"Se eu não parasse, morreria", diz Glória Maria sobre período sabático da Globo

Jornalista deu entrevista a Amaury Jr.

Reprodução

Publicado em 13/05/2018 às 20:49:55

Por: Sandro Nascimento

No último sábado (12), o "Programa Amaury Jr", da Band, exibiu uma entrevista de quatro minutos com a jornalista Glória Maria, gravada durante o Prêmio Risadaria na semana passada.

Atualmente na equipe do "Globo Repórter", Glória comentou sobre a experiência de ter ficado afastada do vídeo entre 2007 e 2009, após apresentar por 10 anos o "Fantástico" ao lado de Pedro Bial.

"Se eu não parasse, morreria. Eu acho que o medo é que impulsiona a gente. Se eu não tivesse que voltar, paciência. Eu iria arranjar uma outra forma de vida. Mas eu acho que a coisa mais importante é a gente ter coragem e enfrentar nossos medos. É claro que eu tive insegurança. Pedi dois anos sabáticos à TV Globo. Ou eles podiam não me dar, me dar ou me dar para sempre. Mas eu arrisquei e investi nos anos que eu dedico a essa coisa. Então, graças a Deus que eu parei eu parei dois anos e agora eu tenho mais 30 pela frente".

Durante o período que ficou fora do ar, a jornalista dedicou por três meses parte do seu tempo para cuidar de crianças abandonadas na Bahia. Em um abrigo de menores,conheceu suas duas filhas adotadas, Maria e Laura.

Glória Maria ainda revelou a Amaury Junior que embora passe boa parte do trabalho viajando, e portanto, longe da redação de jornalismo da Globo, ela sente pressão para produzir conteúdo para o "Globo Repórter".

"A pressão eu tenho. Eu fico 20 ou 25 dias fora e tenho que trazer um a dois programas. Eu não tenho diretora, a minha equipe são três pessoas. Então, a pressão é grande, mas eu vivo sob pressão. Eu acho que se a gente não tiver isso, morre. Eu gosto disso, eu gosto de ter pressão, gosto de ter o time, eu gosto de viver no limite. É isso que me deixa viva", contou a repórter.

A entrevista se encerrou com Glória Maria respondendo que, se tivesse que deixar o Rio de Janeiro, moraria na França, em Saint-Tropez, ou na Espanha, em Ibiza, e completou: "Se eu tiver que deixar o Brasil, que é o melhor país do mundo, só pra ser feliz de verdade".



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade