Reportar erro
Sem mágoas

SC: Polêmico Luiz Carlos Prates troca afiliada do SBT pela RIC TV Record

luiz-carlos-prates_267badedc43a1199ba4a8a1604e4b09083813ac9.jpeg
Luiz Carlos Prates troca SBT SC por RIC TV Record - Reprodução/SBT
Redação NT

Publicado em 21/04/2018 às 16:12:39

O polêmico jornalista Luiz Carlos Prates, conhecido nacionalmente por ter criticado a popularização do automóvel e o crédito 'para quem nunca leu um livro' - segundo suas próprias palavras, trocou o SBT Santa Catarina pela RIC TV Record.

Prates, entre idas e vindas, estava no SBT desde 2011. A emissora o acolheu após sua demissão do Grupo RBS, onde atuava na RBS TV, Diário Catarinense e CBN Diário. Ele foi desligado semanas após o comentário, que ganhou repercussão nacional.

Na RIC TV Record, segundo o Making Of, portal do jornalista Claiton Selistre, ex-diretor da RBS, Prates terá um programa semanal de entrevistas, uma coluna diária no Notícias do Dia e também terá um espaço para comentários no "Balanço Geral". Ele, inclusive, já tem uma viagem marcada junto a Marcello Petrelli, presidente executivo do grupo, Hélio Costa e outros apresentadores para divulgar a nova contratação pelo Estado.

Contratação:

A RIC TV Record já havia tentado contratar Luiz Carlos Prates em outras ocasiões. Em 2012, houve uma sondagem mas que não foi adiante. Na época, Carlos Amaral, da alta cúpula do SBT Santa Catarina, comemorou a permanência do apresentador em seu Twitter. "O @pratesnosbt recusa proposta da concorrência e fica no @SBTsc pois acredita no nosso crescimento e se sente em casa, 2012 será o nosso ano".

Com esse novo contrato, encerram-se as mágoas de Prates com a afiliada da Record TV. A Record TV foi uma das principais responsáveis por ter levado para nível nacional o vídeo em que Prates critica a popularização do automóvel.

A declaração "Hoje qualquer miserável tem um carro. O sujeito jamais leu um livro, mora apertado em uma gaiola, que hoje chamam de apartamento..não tem nenhuma qualidade de vida mas tem um carro na garagem (…) Popularização do automóvel, resultado deste governo espúrio, que popularizou pelo crédito fácil o carro para quem nunca tinha lido um livro" foi repetida inúmeras vezes nos jornais da Record TV e Prates chegou a ser ofendido por jornalistas que hoje são seus colegas.

Raimundo Varela, principal nome da Record TV Itapoan, na Bahia, disparou na época: "Rede Globo de Televisão, a pergunta que eu faço é o seguinte: é isso que a Rede Globo pensa, exteriorizado por um canalha desses?".