Moranguinho faz barraco com ex de Naldo e desliga telefone na cara de Gimenez

Fotomontagem Divulgação

Publicado em 30/01/2018 às 17:39:10 ,
atualizado em 30/01/2018 às 18:09:46

Por: Redação NT

No "SuperPop" que foi ao ar nesta segunda-feira (29), um barraco tomou conta do programa ao vivo apresentado por Luciana Gimenez, envolvendo Branka Silva, ex-mulher de Naldo, e Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho.

Branka falou com Gimenez da relação dela com o filho Pablo, que mora com Naldo e a madrasta. Moranguinho não gostou do que foi dito e ligou para o programa.

Ela detonou a ex de Naldo ao vivo e afirmou que Branka parou de procurar o filho: "Ela aparece na televisão se fazendo de vítima. Ela nunca foi pobre coitada".

Gimenez questionou se Branka Silva havia parado de procurar Pablo e ela explicou que estava sendo processada por ele, após ter dado uma entrevista à RedeTV!. Moranguinho voltou a atacar: "Mas é claro, ela pediu R$ 10 mil ao filho pra não ir ao programa".

O barraco continuou com mais ataques. Segundo Ellen Cardoso, Pablo teria parado de estudar quando morava com a mãe. Branka ficou nervosa e disse que se Moranguinho continuasse a falar teria que provar tudo: "Eu tenho documentação que prova. Ele estava estudando sim".

Luciana Gimenez voltou a intervir e gerou um polêmica. A apresentadora relembrou que as duas precisavam recordar que eram vítimas de Naldo, o verdadeiro vilão, que tinha batido nas duas.

Nesse momento, a ligação foi interrompida e Moranguinho deixou Gimenez sem resposta.

Veja Gimenez comentando a polêmica:

Reação dos internautas:

Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, denunciou Naldo por agressão sofrida no dia 2 de dezembro, com direito a socos, chutes, puxões de cabelo e até golpe com garrafa. Ela ainda teria contado que o marido possuía uma arma sem registro em casa, e por isso acabou preso em flagrante. Pagou fiança e foi liberado no mesmo dia.

Depois, o cantor gravou um vídeo onde chorou e pediu perdão à esposa, que parece ter aceitado.

No fim do último mês, Moranguinho se pronunciou publicamente pela primeira vez sobre o caso e falou em perdão. "Recomeço difícil e doloroso, que eu tenho fé que será uma grande cura", disse.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade