Reportar erro
Superpop

Moranguinho faz barraco com ex de Naldo e desliga telefone na cara de Gimenez

branka-naldo-moranguinho_4b9a59bc2be8e9df74a09127a25f22796d50cac3.jpeg
Fotomontagem Divulgação
Redação NT

Publicado em 30/01/2018 às 17:39:10

No "SuperPop" que foi ao ar nesta segunda-feira (29), um barraco tomou conta do programa ao vivo apresentado por Luciana Gimenez, envolvendo Branka Silva, ex-mulher de Naldo, e Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho.

Branka falou com Gimenez da relação dela com o filho Pablo, que mora com Naldo e a madrasta. Moranguinho não gostou do que foi dito e ligou para o programa.

Ela detonou a ex de Naldo ao vivo e afirmou que Branka parou de procurar o filho: "Ela aparece na televisão se fazendo de vítima. Ela nunca foi pobre coitada".

Gimenez questionou se Branka Silva havia parado de procurar Pablo e ela explicou que estava sendo processada por ele, após ter dado uma entrevista à RedeTV!. Moranguinho voltou a atacar: "Mas é claro, ela pediu R$ 10 mil ao filho pra não ir ao programa".

O barraco continuou com mais ataques. Segundo Ellen Cardoso, Pablo teria parado de estudar quando morava com a mãe. Branka ficou nervosa e disse que se Moranguinho continuasse a falar teria que provar tudo: "Eu tenho documentação que prova. Ele estava estudando sim".

Luciana Gimenez voltou a intervir e gerou um polêmica. A apresentadora relembrou que as duas precisavam recordar que eram vítimas de Naldo, o verdadeiro vilão, que tinha batido nas duas.

Nesse momento, a ligação foi interrompida e Moranguinho deixou Gimenez sem resposta.

Veja Gimenez comentando a polêmica:

Reação dos internautas:

Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, denunciou Naldo por agressão sofrida no dia 2 de dezembro, com direito a socos, chutes, puxões de cabelo e até golpe com garrafa. Ela ainda teria contado que o marido possuía uma arma sem registro em casa, e por isso acabou preso em flagrante. Pagou fiança e foi liberado no mesmo dia.

Depois, o cantor gravou um vídeo onde chorou e pediu perdão à esposa, que parece ter aceitado.

No fim do último mês, Moranguinho se pronunciou publicamente pela primeira vez sobre o caso e falou em perdão. "Recomeço difícil e doloroso, que eu tenho fé que será uma grande cura", disse.