Reportar erro
Nesta sexta

No "Conversa com Bial", Gal Costa toca violão e fala sobre intimação de Preta Gil

galcosta-conversacombial-08122017_da4ae6b148a3a597e8600091b6535dfa641a1cf7.jpeg
Foto: TV Globo/Ramón Vasconcelos
Redação NT

Publicado em 08/12/2017 às 17:44:27

No "Conversa com Bial" desta sexta-feira (8), Gal Costa emociona o público e se deixa emocionar com as palavras e o carinho de Pedro Bial. E ainda conta uma novidade: vem disco novo por aí. Apesar de fazer suspense sobre a obra, revela que pediu a Caetano Veloso uma composição para o trabalho.

Na entrevista, Gal fala sobre um lado pouco conhecido de sua vida: o de mãe-coruja de Gabriel, de 12 anos. “Não pode maltratar meu filho, fico uma fera, um monstro!”, brada. A cantora também critica a reação agressiva a certas manifestações artísticas, principalmente nas redes sociais: “A arte não pode ser censurada. Eu me preocupo porque a censura não está vindo de cima, ela está vindo das pessoas. Elas estão agressivas, intolerantes. Vejo coisas acontecendo no mundo que me assustam”.

Declaradamente influenciada por João Gilberto, logo cedo Gal estreitou laços com Caetano e Gilberto Gil. Dessas relações, ganhou afilhados. Entre eles, Preta Gil, outra convidada do programa. “A minha ‘dinda’ é inspiração como tudo, não só como cantora. Ela sempre foi muito presente na minha vida. Antes de querer ser cantora, já era apaixonada por ela. Sempre a tive em um pedestal, antes mesmo de compreender o que significava para a MPB”, conta Preta, que fez um convite nada discreto à madrinha: gravar uma música e um clipe para seu novo CD. “Ela me mandou mensagem dizendo ‘Dinda, essa é a música que você vai gravar comigo’, me intimou”, relembra Gal sobre “Vá Se Benzer”.

"Conversa com Bial" vai ao ar após o "Jornal da Globo".