Reportar erro
Audiência

No dia em que Silvio Santos mexia no jornalismo, telejornais eram vice-líderes no SBT

primeiroimpacto-marcao-dudu_a63c2f5431689cddffe61131586d3cf7fcd5309c.jpeg
Marcão do Povo e Dudu Camargo apresentam o "Primeiro Impacto"
Fabrício Falcheti

Publicado em 06/10/2017 às 15:04:24

No dia em que a redação de jornalismo do SBT estava em clima de total tensão com os desmandos de Silvio Santos, todos os telejornais da emissora conquistaram a vice-liderança de audiência, nesta quinta-feira (5).

Abrindo o dia, das 6h às 8h29, o "Primeiro Impacto" venceu a Record TV de forma bastante apertada, pelo placar de 3,46 a 3,45 na Grande São Paulo, apenas na segunda casa decimal. Mas o número é festejado já que a concorrente tem essa faixa mais consolidada, com "SP Record" e "Balanço Geral SP Manhã".

Já no horário nobre, o principal jornal da emissora, o "SBT Brasil", garantiu o segundo lugar com mais distância, por 6,6 a 5,0 pontos das 19h44 às 20h27, quando enfrenta a novela "Belaventura".

Por fim, o "SBT Notícias", que vem chamando atenção por contar com jornalismo ao vivo durante toda a madrugada, tem sua posição mais tranquila, já que enfrenta a programação da Igreja Universal.

No dia em que Silvio Santos mexia no jornalismo, telejornais eram vice-líderes no SBT

Ontem, das 2h01 às 5h59, o noticiário que conta com revezamento de apresentadores na bancada teve 2,6 pontos contra 0,8 da Record TV.

Conforme noticiado pelo NaTelinha, o clima no departamento de jornalismo do SBT é de tensão e desespero.

Silvio Santos vinha telefonando constantamente para o setor reclamando das matérias que eram exibidas no "SBT Brasil". Ele não quer pautas de comportamento e outras consideradas mais frias. Exigiu somente reportagens factuais, de hard news.

O estopim aconteceu nesta quinta. Segundo publicação do colunista Maurício Stycer, do UOL, o patrão decidiu afastar todos os demais apresentadores que participavam do telejornal, como Bruno Vicari, do esporte, Carolina Aguaidas, da previsão do tempo, e Kennedy Alencar, de política - este pediu demissão após ser retirado da série de entrevistas que fazia com possíveis protagonistas das eleições em 2018.

Somente os âncoras ficarão: Rachel Sheherazade, Joseval Peixoto e Carlos Nascimento.

Diante de tudo isso, ontem na redação se viu gente chorando e discutindo, revoltada com os desmandos de Silvio Santos e se perguntando por que mexer em um momento que os telejornais da casa estavam numa boa fase.

Procurada pelo NaTelinha, o SBT disse que não irá se pronunciar sobre a crise. Depois, confirmou a saída de Kennedy Alencar, mas informou que a decisão da demissão partiu do próprio jornalista político, que alegou novos projetos em 2018. 

Com isso, o canal decidiu não exibir mais a série "Cenário 2018" com possíveis candidatos à presidente da República.