Reportar erro
Sem papas na língua

Fagner detona enlatados na TV e "The Voice": "Somos um bando de submundo"

À Revista Veja, cantor declarou: "A televisão estimula isso"

fagner_d44a013d2ceefa678b932dba84f1264a93672143.jpeg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 21/08/2017 às 16:46:34

O cantor Fagner não poupou críticas aos programas de músicas e realities do gênero na televisão brasileira.

Em entrevista à Revista Veja, ele detonou: "Os programas enlatados são o maior veneno para a música brasileira. Primeiro porque eles estimulam todo mundo a cantar em inglês. Esses 'The Voice' fazem um artista para estourar nos Estados Unidos".

"Tem um cearense que ganhou que parecia americano (nota da redação: Sam Alves é cearense e venceu a segunda temporada em 2013). Os programas não estimulam a música brasileira porque todo mundo tem de cantar em inglês. O sujeito estica aquela vez que parece ser um submundo dos EUA", continuou.

Nitidamente contra o gênero, disparou: "Quando aparece alguém cantando MPB, o sujeito é aplaudido mas nunca ganha. Vai ganhar quem imitar a Mariah Carey, a Whitney Houston. Nós somos um bando de submundo mesmo. A televisão estimula isso".

Fagner ainda confidenciou: "Por que as emissoras não lançam um programa de musica brasileira. Bota um auditório aqui, manda o pessoal cantar. Não existe estímulo. Esse país é um enterro de cultura. Cheguei a falar com um executivo da Record para fazer um programa. Mas ele disse que queria que eu rasgasse meu contrato com a Globo e ir para a Record. Quando eu disse que não tinha contrato com a emissora ele nunca mais me procurou".

Mais Notícias