Reportar erro
Especial

10 filmes para assistir na companhia do seu pai

a-Procura-da-Felicidade_f3e86aed6644e71d2e8a10f999b74c827a87ec5e.jpeg
Divulgação
Taty Bruzzi

Publicado em 13/08/2017 às 08:00:01

Neste domingo (13), comemoramos o Dia dos Pais. A data é perfeita para aproveitar a companhia de toda a família. De preferência, um programa que tenha como roteiro a deliciosa convivência entre pais e filhos.

Confira uma lista de sugestões de filmes que preparamos para você ver com seu pai:

"O Poderoso Chefão", 1972

A franquia conta com 3 filmes que retratam a origem de uma das famílias mais tradicionais da máfia italiana. Na trama, Don Vito Corleone (Marlon Brando) é responsável por tratar os negócios com perfeição e respeito. Quando seu filho, Michael (Al Pacino), um educado Capitão da Marinha retorna para casa encontra dificuldades em seguir os métodos familiares nada convencionais.

"O Campeão", 1979

O clássico de Franco Zeffirelli conta o drama de Billy (Jon Voight) ex-campeão dos ringues que ganha a vida como treinador de cavalos despois que esta foi a única alternativa de criar sozinho o filho T.J. (Rick Schroder). Um dia sua ex-mulher, Annie (Faye Dunaway), uma mulher bem-sucedida, decide brigar pela guarda da criança. Para não se separar do menino, ele decide voltar às lutas. A produção é considerada um dos filmes mais emocionantes do cinema. Afinal, a possibilidade de ter pai e filho separados nos leva às lágrimas.

"Três Solteirões e um Bebê", 1987

A comédia trazia a inusitada história de três solteirões convictos e bem-sucedidos, o Arquiteto Peter (Tom Selleck), o Publicitário Michael (Steve Guttenberg) e o ator Jack (Ted Danson), que se tornavam pai de Mary, uma linda bebê deixada dentro de uma cesta na porta do apartamento dividido pelos amigos. A criança é filha de Jack, fruto de uma rápida aventura amorosa com uma ex-colega de trabalho, que precisa deixar a filha aos cuidados do pai enquanto está em busca de um emprego. O trio se apaixona por aquele bebê que irá mudar radicalmente a rotina dos solteirões, além de dar mais sentido a vida dos três. Sucesso na época, a produção faturou US$ 160 milhões somente nas bilheterias norte-americanas. Rendeu uma sequência, com Mary um pouco mais crescida. Recentemente, rumores apontam uma nova sequência prestes a sair do papel. Desta vez, marcando o reencontro dos três no casamento da "filha".