Reportar erro
Sincerão

Presidente do FX celebra cancelamentos da Netflix: "Eles não podem ter 10 mil programas"

Concorrentes da Netflix celebram cancelamentos

atxfestival_92892107b6711b75d5263ecabe660d3d5fd10145.jpeg
Reunião entre diretores de TV; Nick Grad foi sincero (presidente do FX é o de branco) - Divulgação
Thiago Forato

Publicado em 13/06/2017 às 09:36:08

Os recentes cancelamentos da Netflix, das séries "Sense8" e "The Get Down", ainda estão dando o que falar no mercado.

No painel ATX Television Festival, na cidade de Austin, nos Estados Unidos, diretores de TV se reuniram na última sexta-feira (9) para falar sobre as mudanças da plataforma.

Naturalmente, surgiu o assunto Netflix, suas séries, diretrizes, e os cancelamentos de séries caríssimas. O presidente de programação do FX, Nick Grad, declarou sem rodeios: "Eles não podem ter 10 mil programas. Eu acho que isso os traz de volta ao ecossistema de onde estamos tentando fazer as melhores séries e tomar as melhores decisões".

Craig Erwich, executivo da plataforma por streaming Hulu, admitiu que investir de maneira tão agressiva em séries como "Sense8" e "The Get Down" é "cheio de riscos".

Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix, explicou os motivos que levaram a plataforma a cancelar essas duas séries. "Uma série cara para uma grande audiência, é ótimo. O problema é fazer um produto caro para uma audiência minúscula, mesmo em nosso modelo de negócio", declarou a um programa nos Estados Unidos.