Exclusivo

Diretor da Record aposta na comunicação para estimular a economia: "Necessária e fundamental"

Walter Zagari, Vice-Presidente Comercial do Grupo Record, concedeu entrevista exclusiva ao NaTelinha

Diretor da Record aposta na comunicação para estimular a economia:
Walter Zagari está confiante - Foto: Edu Moraes/Record

Publicado em 20/05/2020 às 04:30:23

Por: Sandro Nascimento

Diante de um cenário pós-coronavírus, Walter Zagari, Vice-Presidente Comercial do Grupo Record, acredita que a comunicação será "necessária e fundamental" para o estímulo à economia. Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, o executivo traça um panorama das dificuldades do atual mercado publicitário, comemora a renovação de patrocínio para o Jornal da Record e explica porque as lives de artistas pode ser um bom negócio para TVs.

"Diante das limitações impostas pela atual situação essa é uma fórmula viável pela baixa complexidade de realização, podem ser realizadas de qualquer local onde haja um sinal para transmissão, não demandam equipes técnica nem de produção em grande escala e resultam em índices satisfatórios de audiência", analisa Walter Zagari, que há 17 anos comanda o departamento comercial da Record.

Segundo o executivo, a emissora adotou duas vertentes para enfrentar a escassez de clientes ativos no mercado publicitário: a programação e a forma de trabalho da equipe de vendas.

"Quanto à programação, com crise ou sem crise, a qualidade e o prestígio sempre foram e continuarão sendo as condições essenciais à Record TV... Falando sobre a atuação da equipe de vendas junto às agências e aos anunciantes, o que já era muito constante passou a ser muito mais intenso. O momento atual demanda uma dedicação muito além do que estávamos acostumados. Não podemos deixar a 'peteca” cair'", disse.

Sobre a renovação de patrocínio no Jornal da Record, mesmo diante de um mercado retraído, Walter Zagari comemora e afirma que o jornalismo da emissora recebeu um "atestado de confiança".

"A renovação da nossa parceria comercial com o Bradesco é uma prova de que, mesmo em tempos desafiadores, como o atual, a comunicação é a melhor vacina contra a crise".

Confira a entrevista de Walter Zagari na íntegra:

Quais são os caminhos que foram adotados para driblar a crise no mercado publicitário diante da pandemia do novo coronavírus?

Walter Zagari - Nossa estratégia de negócio perante o mercado publicitário diante deste cenário levou em consideração duas vertentes: a programação e a forma de trabalho da equipe de vendas.

Quanto à programação, com crise ou sem crise, a qualidade e o prestígio sempre foram e continuarão sendo as condições essenciais à Record TV. Mesmo em momentos como os atuais, totalmente atípicos e novos para todos os veículos de comunicação, e que demandaram uma rápida adaptação frente a uma situação de total interrupção de produções, tudo o que está sendo levado ao ar pela Record TV, mais especificamente em relação às reexibições, apresentam um alto nível de qualidade.

E quando falamos em prestígio, o jornalismo da emissora é imbatível. Continua com a sua credibilidade e excelência inabalados, mesmo mediante uma série de limitações. Tais movimentos demonstram que a capacidade de adaptação  da emissora durante esse período tem sido inquestionável. Como exemplo, cito a exibição das lives na linha sertaneja, 14 horas de jornalismo diário ao vivo e a reapresentação de alguns dos nossos grandes sucessos da teledramaturgia. E nesta segunda-feira, tivermos a estreia de um programa multiplataforma, o Live JR, exibido em diversas plataformas do Grupo, inclusive na Record TV e Record News, com entrevistas com grandes personalidades da política.

Falando sobre a atuação da equipe de vendas junto às agências e aos anunciantes, o que já era muito constante passou a ser muito mais intenso. O momento atual demanda uma dedicação muito além do que estávamos acostumados. Não podemos deixar a “peteca” cair! Temos que estar sempre presentes no dia a dia das agências e dos clientes. Temos que ser atuantes, parceiros e proativos. A situação está difícil e o dinheiro escasso. Neste cenário a criatividade e a competência técnica fazem total diferença. A minha equipe comercial está preparada para esse desafio e tenho certeza que superaremos esse momento.

Já passamos por outras crises e sobrevivemos. E nessa também seremos vencedores! Neste momento a fórmula de sucesso é única: oferecer aos anunciantes propostas de mídia diferenciadas, formatos comerciais mais flexíveis, ações de merchandising realizadas direto das residências dos artistas e inserções virtuais na grade de programação através da ferramenta DBI, que possibilita a exposição de marcas e produtos em cenas já gravadas com total qualidade de produção e agilidade de inserção.

 

Quais serão as principais apostas da Record no segundo semestre do ano?

Walter Zagari - Estamos inserido em um ambiente totalmente desafiador e desconhecido. Atualmente, o nosso futuro é o dia de amanhã. Temos que pensar no hoje, esperando um amanhã melhor. É muito difícil traçarmos, agora, uma linha de atuação para daqui um, dois ou três meses. Mesmo diante desse cenário atípico uma coisa é certa: o otimismo faz parte do meu dia a dia e também do dia a dia da Record TV.

Sabemos que essa situação é temporária e que ela vai passar. Contamos com abertura gradual do mercado de acordo com as diretrizes estabelecidas pelos órgãos competentes, acreditamos na retomada gradual dos negócios e que a "roda" voltará a girar. E nesse momento de estímulo à economia, a comunicação será extremamente necessária e fundamental. E por acreditarmos muito na comunicação, lançamos o quadro "Comunicação, a melhor vacina contra a crise." no Jornal da Record. Pra gente, eu sempre reitero, investir em comunicação não é despesa. É receita!

Qual o maior diferencial da Record em relação à concorrência no mercado publicitário?

Walter Zagari - Em vez de diferencial, prefiro usar o termo filosofia de trabalho, que é um conceito muito mais amplo e atemporal. Partindo desse princípio, tenho como premissa que a filosofia de trabalho da equipe comercial da Record TV é estar sempre pronta a atender, independente do momento. É a parceria acima de tudo! E quando a situação demanda um comportamento diferenciado, como a que estamos vivendo, a nossa capacidade de adequação teve que ser imediata. Estamos muito mais atuantes junto ao mercado nestes últimos meses. Nossa "escala" de trabalho à disposição dos clientes é de 24 x 7. De fato, as coisas estão difíceis.

Mas sem a nossa proatividade, com certeza ficariam muito piores. Mais do que nunca temos que fazer parte do dia a dia dos nossos clientes, sermos parceiros, sermos consultores de negócios e traçarmos estratégias de comunicação em conjunto com o melhor custo-benefício. Nesse contexto todos teremos a ganhar e seremos mutuamente ajudados. 

As lives de artistas pode ser um bom negócio para as emissoras de TV? Por quê?

Walter Zagari - Sim! Sem dúvida. Diante das limitações impostas pela atual situação essa é uma fórmula viável pela baixa complexidade de realização, podem ser realizadas de qualquer local onde haja um sinal para transmissão, não demandam equipes técnica nem de produção em grande escala e resultam em índices satisfatórios de audiência. E veja só, não apenas com artistas, mas com grandes personalidades, pessoas que tenham algo importante a comunicar em suas áreas. Por isso, estreamos o Live JR.

O que muda na TV aberta com a normalização do mercado pós-pandemia?

Walter Zagari - Esse período está sendo de grande aprendizado para todos nós. Muito se fala que todas as relações sofrerão mudanças, mas ainda não podemos afirmar absolutamente nada! A única verdade para nós, da Record TV, é que a ética, a verdade, a solidariedade, a transparência, a parceria e o networking sempre existirão, independente de vírus, crise ou qualquer outra anormalidade. Estes valores são atemporais.

Neste cenário de Covid-19, o que significou a renovação do Bradesco como patrocinador do Jornal da Record?

Walter Zagari - A renovação da nossa parceria comercial com o Bradesco é uma prova de que, mesmo em tempos desafiadores, como o atual, a comunicação é a melhor vacina contra a crise. Em um momento em que a TV é considerada o principal meio de informação, como nos dias de hoje, termos o Bradesco como patrocinador do Jornal da Record, que na minha opinião é o principal telejornal da televisão brasileira, é a prova do total reconhecimento da credibilidade, transparência e seriedade do jornalismo da Record TV. Em outras palavras, recebemos um "atestado" de confiança.

Qual a intenção de abrir espaço para executivos de agências no Jornal da Record?

Walter Zagari - Esse espaço é destinado aos executivos das agências de publicidade, dos anunciantes e dos órgãos que fazem parte do negócio propaganda para que exponham seus pontos de vista em relação à importância da publicidade na retomada econômica, objetivando minimizar os efeitos desta crise.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!