Reportar erro
Exclusivo

SBT entra no mercado de streaming e já negocia com produtoras

Em entrevista exclusiva, Head de Inovação da emissora detalha próximos passos da plataforma

SBT Vídeos estreia no streaming
Fotos: SBT
Sandro Nascimento

Publicado em 08/04/2020 às 04:44:00

Na última semana, o SBT lançou sua plataforma de vídeos por streaming que estava em fase experimental desde outubro do ano passado, como opção ao telespectador em época de quarentena por conta do coronavírus. Com o intuito de reunir toda a grade da emissora em um único local, o SBT Vídeos ainda terá programas do passado, como os icônicos infantis, atrações das afiliadas, originais e já negocia conteúdo produzido por produtoras.

O aplicativo chegará em breve às principais SmartTVs e marca a entrada do Grupo Silvio Santos no mercado que já é explorado pela Globo e Record. O NaTelinha havia adiantado em primeira mão a entrada do canal no negócio on demand em março de 2018.

Em conversa com a reportagem, Fernando Pensado, Head de Inovação do SBT, explicou que o objetivo é facilitar o consumidor a ter acesso mais organizado e rápido aos conteúdos da emissora. "O público pode até encontrar no site ou no YouTube, mas o SBT Vídeos centraliza isso de forma mais simples. Facilitando a vida do telespectador", resumiu.

Atualmente, quem acessa o aplicativo, que está disponível no App Store ou Google Play, pode maratonar, dentre outros conteúdos, os capítulos da novela As Aventuras de Poliana, assistir o História do Gogó - quadro do personagem Paulinho Gógo em A Praça é Nossa - e o icônico Topa Tudo Por Dinheiro com Silvio Santos. Além disso, estão disponíveis as histórias infantis narradas pelo apresentador que foi lançado em 1977 em vinil. A raridade foi remasterizada e repaginada para ser lançada em vídeo na plataforma.

"Temos algumas frentes. Vamos continuar carregando conteúdo, tanto os que estão na grade da emissora como também das regionais e das afiliadas. Estamos trabalhando na experiência do usuário dentro da plataforma que em breve vai contar com um aplicativo para as SmartTVs. Deve sair pra Samsung, LG, enfim, para as principais marcas do mercado.É um processo continuo e que estará sempre em evolução", contou  Pensado.

E continuou: "Sempre teremos novas funcionalidades para que os consumidores, de acordo com o consumo deles, possam receber notícias de recomendações de conteúdo. Vamos apresentar também algumas soluções da pessoa continuar consumido conteúdo independendo da tela que ele estiver. Trazer para uma experiência mais similar as plataformas de streaming de hoje".

Programas antigos esbarram em direitos no SBT Vídeos

SBT entra no mercado de streaming e já negocia com produtoras

Os principais concorrentes  do SBT já possuem negócios no streaming. Desde 2015, a Globo tem o Globoplay, e há dois anos a Record lançou o PlayPlus. Diferentes dos outros apps, neste primeiro momento, a plataforma de vídeos do SBT, empresa que faz parte do conglomerado do Grupo Silvio Santos, é gratuito.

Sobre disponibilizar os programas antigos produzidos pela emissora, que em agosto completa 39 anos, como o Show Maravilha, Bozo, Hebe e Viva a Noite, o Head de Inovação do SBT diz que está trabalhando para liberar esses conteúdos, porém, alguns esbarram nas questões de direitos de imagem.

"Estamos em fases (de negociação), mas deve chegar em breve. Existe um trabalho que é além da digitalização do conteúdo, tem umas questões de direitos. Uns não podem por causa disso, outros estamos digitalizando para disponibilizar para o consumidor. Queremos ser um HUB de todo conteúdo do passado, atual e originais. Da forma mais conveniente para o consumidor. também teremos produções originais que a equipe do conteúdo digital, que é liderada pela Carolina Gazal (Gerente de conteúdo digital da emissora)".

Por fim, Fernando Pensado destaca que a plataforma SBT Vídeos está negociando disponibilizar conteúdos de produtoras no aplicativo: "Estamos discutindo isso com alguns parceiros. Estamos com várias frentes".

Mais Notícias