Reportar erro
Fim de uma era

Globo entrega sinal de rádio AM onde Silvio Santos ficou famoso

Apresentador trabalhou na emissora por duas décadas

Silvio Santos e logo da Rádio Globo AM São Paulo
Silvio Santos explodiu como comunicador na emissora - Foto: Montagem
Naian Lucas, com Sandro Nascimento

Publicado em 03/02/2020 às 17:22:00

Nesta segunda-feira (03), foi publicada no Diário Oficial da União a portaria que extingue a concessão da Rádio Globo AM 1100 de São Paulo, cujo documento foi assinado pelo Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes. A programação da rádio fica agora de forma exclusiva no dial 94,1 FM. O sinal AM pode ser desligado a qualquer momento.

"Art.1º Declarar extinta, por exaurimento de seus efeitos e a pedido da Rádio Globo de São Paulo Ltda., a partir de 1º de novembro  de 2019, a concessão outorgada originalmente à Rádio Excelsior S.A., pelo Decreto  nº 253, de 31 de julho de 1935, publicado no D.O.U. de 19.8.1935, e posteriormente transferida à Rádio Globo de São Paulo Ltda", diz um trecho do Diário Oficial.

O sinal foi concedido em 1935, mas a frequência ganhou o nome de Rádio Globo em 1978. Vale destacar que a portaria foi um pedido da própria emissora, conforme esclarecido no documento da União.

Foi na frequência AM da Rádio Globo São Paulo que Silvio Santos ficou famoso e conheceu Manoel de Nóbrega. "Silvio Santos mudou-se para São Paulo em 1954 e logo fez um teste na então Rádio Nacional, que duas décadas mais tarde mudaria de nome para Globo. Ao ser aprovado nesse teste, passou a trabalhar como locutor comercial do programa de Manoel de Nóbrega. Foi então que começou a profunda relação entre os dois. Manoel tratava Silvio como filho", relatou ao NaTelinha Fernando Morgado, autor do livro Silvio Santos: A Trajetória do Mito.

"Nessa mesma época, Silvio também se tornou muito amigo de Carlos Alberto de Nóbrega e Ronald Golias. Os três foram bastante unidos. Com o passar do tempo, Silvio foi crescendo dentro da Rádio Nacional. Nos anos 1960, passou a apresentar um programa matinal, de segunda a sexta, que liderou a audiência. Silvio permaneceu na emissora até o fim dos anos 1970, exatamente durante a transição da marca Nacional para Globo. Uma curiosidade: Silvio sempre foi funcionário da Rádio Nacional de São Paulo, ao contrário do que acontecia nas TVs Globo e Tupi, onde ele alugava horário para exibir os seus programas”, acrescentou.

Sucesso da Rádio Globo AM de São Paulo

A Rádio Globo AM de São Paulo é uma das marcas mais conhecidas e teve grandes momentos na audiência. Ela era responsável por um dos maiores resultados de ouvintes na cidade paulistana, disputando o primeiro lugar com a Rádio Capital AM 1040.

“Durante muito tempo, a Rádio Globo foi uma das dez maiores audiências do dial paulistano. Era um resultado espetacular, principalmente considerando a grande concorrência e as dificuldades de se escutar AM em São Paulo. O Padre Marcelo Rossi, por exemplo, chegou a ter mais audiência que a da maioria das TVs abertas durante a manhã”, disse Morgado, estudioso das grandes mídias que, além de escritor, também trabalhou no setor de inteligência de mercado do Sistema Globo de Rádio entre 2010 e 2016.

A Rádio Globo tem uma grande importância para a comunicação do país. Além do apresentador Silvio Santos e de Hebe Camargo, trabalharam na emissora figuras como Gil Gomes, Gilberto Barros, Osmar Santos, Eli Corrêa, Paulo Barboza, Paulo Lopes e Carlos Aguiar

Na época, o canal era chamado de Rádio Nacional, ficando conhecida por ter uma grade voltada ao popular. Como o Ministério das Comunicações definiu que apenas canais da União poderiam usar o título Nacional, se transformou em Rádio Globo no fim dos anos de 1970.

Mais Notícias