Aqui não, queridinho

Luiza Brunet dispara contra o machismo: “Mandava colocar o dinheiro naquele lugar”

Atriz Luiza Brunet dispara contra propostas indecentes que recebia quando fazia ensaios nua


Luiza Brunet faz pose olhando para a frente
Luiza Brunet
Por Helder Vendramini

Publicado em 22/05/2022 às 16:59:00,
atualizado em 22/05/2022 às 17:00:04

A atriz Luiza Brunet, em entrevista ao Jornal O Globo, soltou o verbo sobre o comportamento dos homens quando posou nua. Segundo a atriz, ela nunca teve “problema em posar pelada, mas muitos homens achavam que eu estava disponível para outros tipos de serviço. Vocês não têm noção da quantidade de propostas indecentes e absurdas que recebia. Mandava sempre os caras colocarem o dinheiro deles naquele lugar. Minha intenção não era colar num partido rico para me sustentar. Eu gostava de trabalhar, ter minhas próprias finanças e comprar o que quisesse, sem precisar ficar dando explicações. Minha autonomia financeira impediu que eu sofresse todo tipo de abuso.”

Quando questionada se algum episódio de assédio a havia marcado, a mãe de Yasmin Brunet revelou que “Aos 12 anos, quando trabalhava como empregada doméstica, fui abusada pelo meu patrão”.

“Mais velha, já no mercado como modelo, um homem também me fez passar por uma situação constrangedora. Ele havia me contratado para um catálogo de moda praia, mas antes teríamos que fazer um teste, num quarto de hotel em São Paulo. Esse cara me recebeu só de roupão e com a revista Playboy que eu tinha feito sobre a cama. Comecei a gritar. A história se espalhou e isso jamais voltou a acontecer”, concluiu Brunet.

Luiza também revelou que teve três grandes relacionamentos e “dois ou três namoricos entre eles.  Não tive uma fase pegadora. E acredito que não terei”.

Já sobre seu tipo de homem, confessou que gosta “de homens mais velhos, eles me passam uma sensação de segurança. No entanto, preciso confessar que sou muito procurada por caras jovens. Mas não curto”.

Luiza relatou o sofrimento com seu último relacionamento, com o empresário Lírio Parisotto, quando foi agredida pelo parceiro: “não pensei na sociedade civil porque acreditava que não seria julgada. Mas não foi isso que aconteceu. Muitas mulheres me criticaram, atiraram pedras. Mas o maior temor era sofrer retaliações do meu agressor. Lírio é um homem com poder econômico e influente. E, de fato, alguns projetos não foram para a frente. Não estou acusando ninguém, porém o filme que fariam sobre minha vida está paralisado. Mas esse projeto sairá do papel nem que eu banque do meu bolso. É uma questão de honra”.

Desde então, a atriz estuda e ministra palestras sobre o assunto: “Quando fiz a denúncia, minha voz ecoou e passei a ser chamada para dividir minha história. Viajo pelo mundo ajudando outras mulheres. Mas me preparei para isso”, ressaltando que “Não podemos nos calar. Se não tomarmos uma atitude, seremos oprimidas pelo resto da vida”.

Apesar da agressão, Luiza revelou que não está fechada para o amor, mas que, “na verdade, não conheci ninguém legal nesses últimos seis anos. Para não sentir falta de homem, meti a cara nos estudos [...] Por enquanto, estou bem sozinha”.

Treta de Yasmin com Gabriel Medina

imagem-texto

A atriz não escapou de comentar as declarações de Simone Medina sobre o fim do relacionamento entre Gabriel e Yasmin: “só quem pode avaliar o que realmente aconteceu é o ex-casal. Não podemos sair por aí falando se era ou não amor. Não temos o direito de dar uma opinião tão contundente. Espero que um dia a Yasmin possa contar sua versão. No momento, acho prudente esse silêncio”.

TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos