Novo apresentador

Fernando Fernandes revela propósito de vida e diz: "Eu sou o no limite"

Titular do No Limite 6 fala sobre o programa


Fernando Fernandes de cadeira de rodas na areia
Fernando Fernandes é o novo apresentador do No Limite - Foto: Divulgação/TV Globo

Apresentador da nova temporada do no Limite que estreia nesta terça-feira (3), Fernando Fernandes não tem medo de desafios. Estar em uma cadeira de rodas não o atrapalha em nada, e o programa, em sua visão, é redefinir seus próprios limites. "Eu sou o no limite", orgulha-se numa entrevista ao jornal Extra.

"Vi que, se eu quisesse fazer algo na minha vida, não tinha só que abrir as portas, mas tinha que construir as portas antes de abri-las. Passei a desenvolver e criar materiais, buscar parceiros que também acreditassem que poderia haver um caminho para outras pessoas (com deficiência). Costumo dizer brincando: “O que eu sou? Um atleta paralímpico? Não, sou um desbravador dos esportes adaptados", diz ele.

Fernando perdeu o movimento das pernas depois de um acidente em 2009, mas isso não o impediu de continuar no esporte. "Tenho que desenvolver a grande maioria (dos esportes que faço). Até tem alguma referência, mas normalmente é de alguém da Europa ou Estados Unidos, onde eles vivem num mundo ideal e têm todo um material."

Os desafios de Fernando Fernandes

imagem-texto

Antes de se tornar cadeirante, Fernando já foi atleta, jogador de futebol e boxeador olímpico, além de ser formado em Educação Física. Hoje, tenta traduzir o que é ver alguém praticando qualquer esporte por iniciativa dele. "É o propósito da minha vida", conta.

"Enquanto era um atleta que buscava uma medalha individual e lutava para mim e só por mim, tentei ser algo e não consegui. Quando descobri que estava transformando a vida de um monte de gente, via essa transformação e recebia isso de volta, passou a ser combustível para minha vida."

Fernando Fernandes

Agora, Fernando espera trazer mais intensidade para o No Limite. "Quando você vive a realidade do esforço físico, da fome, da resistência, você só descobre o quão forte é, quando está dentro das situações. Falo isso por experiência própria, porque eu também só fui descobrir a minha força quando mais precisei."

"A cada programa, vamos revelar pessoas em que talvez a gente desacredite, porque tem um estereótipo criado pela sociedade, um rótulo para cada um... E então elas surpreendem o espectador. Esse é o grande barato do projeto", avisa.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos