Reportar
erro
Laudo final

Viúvo quer prontuários de Paulinha Abelha para entender causa definitiva da morte

Clevinho Santos contratará uma assessoria médica


Paulinha Abelha e Clevinho Santos posando para foto sorrindo e vestindo roupas brancas
Paulinha Abelha e Clevinho Santos em clique da virada de ano - Reprodução/Instagram
Por Redação NT

Publicado em 15/03/2022 às 17:09:41,
atualizado em 15/03/2022 às 17:17:31

Clevinho Santos, viúvo de Paulinha Abelha (1978-2022), contratará uma assessoria médica para avaliar os prontuários e laudos que saíram enquanto a esposa esteve internada e chegar a um laudo definitivo sobre o que a matou. À revista Quem, Wanderson dos Santos Nascimento, advogado do dançarino e da banda Calcinha Preta, disse que, com o documento em mãos, eles vão dar mais detalhes sobre o assunto.

"Já pegamos os prontuários de um hospital, vamos pegar o prontuário do outro hoje e então pediremos para uma assessoria médica analisar todos os documentos para se chegar a um laudo definitivo. Aí os médicos dirão, no entendimento deles, a causa definitiva da morte. Só então vamos nos manifestar. Sem o laudo definitivo, não tem como afirmar nada, tudo fica na base da especulação. Infelizmente, não temos como impedir o que as pessoas falam. Tudo o que fazemos está sendo baseado em documentos técnicos. Tanto que, assim que saíram os exames toxicológicos, disponibilizamos para a imprensa com toda a transparência. Quando tivermos o laudo definitivo, também vamos disponibilizar para imprensa", prometeu.

Wanderson ainda condenou todas as especulações em torno do que resultou nas complicações de saúde que a cantora teve. "Não vislumbro crime, não posso acusar A e B sem ter um laudo, são questões técnicas. Acredito que, assim que se recolher tudo, a assessoria médica fará a análise e acho que, semana que vem, pode ser que tenham uma posição. No momento, estamos esperando recolher a documentação médica necessária para definirmos quando começará a análise, porque são documentações sigilosas", pontuou.

A certidão de óbito de Paulinha Abelha apontou quatro causas da morte: meningoencefalite, hipertensão craniana, insuficiência renal aguda e hepatite.

Laudo de Paulinha Abelha revela várias substâncias em seu fígado

Viúvo quer prontuários de Paulinha Abelha para entender causa definitiva da morte

O laudo do fígado de Paulinha Abelha apontou cerca de 17 substâncias que poderiam ter sobrecarregado o órgão da cantora e ter agravado seu quadro clínico. O documento serve para que os médicos possam analisar com exatidão a causa da morte da artista, além dos problemas neurológicos que a afetaram desde sua internação até seu falecimento, no dia 23 de fevereiro.

Em uma reportagem do Domingo Espetacular, a equipe da Record teve acesso ao laudo que mostra o uso de medicamentos de variadas funções como anti-depressivos, pílulas para memória, redutores de apetite, calmantes naturais, uma fórmula para diminuir medidas, entre outros. Algumas fórmulas dessas cápsulas tinham como ingrediente uma erva asiática que pode atrapalhar o funcionamento do fígado.

Além desses remédios, outras duas substâncias podem ser grandes responsáveis pelo agravamento do quadro de Paulinha. O teste toxicológico apontou dois componentes nocivos no organismo da artista: a anfetamina e barbitúricos. Esta última geralmente é usado na sedação de paciente em hospitais. Paulinha morreu em 23 de fevereiro, aos 43 anos, em um hospital de Aracaju, no Sergipe.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos