Reportar erro
"Saída não é a prisão"

André Gonçalves tem novo pedido de prisão e fala em encerrar carreira: "Não sou bandido"

Desta vez, a filha do ator com a atriz Tereza Seiblitz cobra R$ 109 mil do pai na Justiça

André Gonçalves sentado em uma cadeira com a mão apoiada em uma mesa
André Gonçalves tem novo pedido de prisão por não pagar pensão de outra filha e se diz "devastado" - Alex Carvalho/Globo
Redação NT

Publicado em 11/12/2021 às 09:30:29,
atualizado em 11/12/2021 às 10:10:12

André Gonçalves teve um novo pedido de prisão, desta feita por não pagar a pensão da filha mais velha, Manuela, 23 anos, fruto da relação com a atriz Tereza Seiblitz. De acordo com o jornal O Globo, o ator tem uma dívida de R$ 109 mil e a jovem não aceitou o acordo proposto de R$ 20 mil.

Em entrevista ao jornal, André lamentou que tenha sido bloqueado nas redes sociais pelas filhas e reclamou da rigidez da lei para quem não tem dinheiro para arcar com a pensão alimentícia dos filhos.

"Elas viraram as costas para mim por dinheiro, não quero dizer nenhum nome ruim dos meus filhos, mas eu acho que é inominável a situação que eu estou passando sem precisar passar. A saída não é a prisão. Eu sei o pai que eu sou, que eu quero ser. Não sou bandido. Não há nada que me desabone na esfera federal, estadual ou municipal", disse.

O ator falou ainda que há cinco anos vive a angústia de acordar de sobressalto com a chegada de um oficial de Justiça por conta do não pagamento das pensões. Quando saiu da Globo, ele diz que entrou com um pedido de revisão alimentícia. Pedro, filho com Myrian Rios, aceitou o acordo. Manuela e Valentina não aceitaram e pedem R$ 6 mil e R$ 4.500 mensais na Justiça.

"Há cinco anos a mais velha tenta me prender. Aí ela chegou num acordo por conta da pandemia depois de cinco anos de briga na Justiça. Ficou determinado que eu daria R$ 10 mil, mais alguns meses depois mais R$ 10 mil e R$ 1000 por mês que é o que meu filho Pedro ganha. Antes da pandemia eu paguei os R$ 10 mil e só consegui pagar a última parcela do acordo agora em outubro e agora ela está de novo na Justiça pedindo a minha prisão porque eu não cumpri o acordo".

"Pra mim a maior desgraça é essa. São os filhos que estão assinando pedido de prisão para mim, filhos que tenho relação. Se olhar no google, vão ver fotos nossas. A gente tinha uma relação muito sólida, principalmente Valentina e Pedro".

Ele reforçou ainda que nunca negou afeto e carinho para os filhos e que eles estudaram em boas escolas com a ajuda dele. "Eles levam uma vida de rico e querem que eu sustente essa vida de rico, mas é impossível. A única fonte de renda nos últimos anos foi a série que fiz nos Impuros, fiz uma novela na Record, uma participação no filme de Edir Macedo, fiz um documentário recentemente e recebi R$ 300.

André Gonçalves disse que se não fosse casado com Dani Winits não teria dinheiro para pagar aluguel. "Isso aqui nada é meu. O carro é da Dani, vendi meu carro em 2016. Até duas semanas atrás eu falava com o Pedro e a Valentina todos os dias. O Pedro é um cara muito especial, eu também tinha essa relação com a Valentina. A Manuela mora no Rio de Janeiro, houve uma mudança de chave e eles optaram pelo dinheiro".

André Gonçalves fala em encerrar carreira

O ator falou ainda que pensa em encerrar sua carreira, já que não sabe se poderá continuar trabalhando por conta da prisão decretada.  De acordo com Sylvio Guerra, advogado do ator, ele vai cumprir prisão domiciliar durante 60 dias após a ação movida pela filha Valentina, fruto da relação com a jornalista Cynthia Benini, e usará tornozeleira eletrônica.

"Acabaram com a minha perspectiva de trabalho. Estão destruindo o meu coração, a minha cabeça, a minha alma. A vontade que tenho é encerrar a minha carreira e é isso que vou ter que fazer. Vou parar de verdade. Vou fazer um espetáculo de despedida e vou parar. Olha o que fizeram com a minha vida? Me chamaram para protagonizar dois longas, para fazer Paixão de Cristo, não sei o que dizer, não sei se vou estar solto em março".

André diz que recebeu a proposta de emprego para trabalhar como gerente de Marketing em uma empresa de seguros de carro. "Trabalho desde os 7 anos de idade, fui camelô, vendi bala em sinal, em ônibus. Comecei a trabalhar como ator com 12. Com 15 ajudei a minha família a comprar um apartamento. Estou magoado, vou parar, mas eu volto para o teatro daqui a cinco anos. A sensação é que estou criando uma doença dentro do meu peito. A tristeza se instala e é difícil tirar. Me sinto péssimo em achar que posso ir parar atrás das grades, cerceado de liberdade por causa de filho, é horrível essa dor".

 



Participe do nosso grupo no Facebook

Um canal aberto entre o NaTelinha e o internauta, para debate sobre os assuntos da televisão, bastidores, novelas, reality, famosos, audiências, análises e muito mais. Participe!

Participar
Mais Notícias
Outros Famosos