Reportar erro
Aglomeração

Mônica Martelli é criticada após se aglomerar em festa de Marina Ruy Barbosa

Após incentivar o uso de máscaras na pandemia e lamentar morte de Paulo Gustavo, atriz apareceu em festa desprotegida

Mônica Martelli aparece sozinha e ao lado de Marina Ruy Barbosa e convidadas em festa de aniversário da ruiva em Capão Bonito, município de São Paulo
Mônica Martelli participou de festa de aniversário de Marina Ruy Barbosa e posou sem máscara com aniversariante e convidadas - Reprodução Instagram
Marcela Ribeiro

Publicado em 05/07/2021 às 16:41:15,
atualizado em 05/07/2021 às 17:00:43

Mônica Martelli foi bastante criticada nesta segunda-feira (5) nas redes sociais depois de uma foto sua vazar na festa de aniversário de Marina Ruy Barbosa em Capão Bonito, município de São Paulo, nesse fim de semana.

Após participar de alguns protestos, defender o uso de máscara para proteger contra a propagação do coronavírus e lamentar as mais de 500 mil mortes de vítimas no país, incluindo seu grande amigo, Paulo Gustavo, Mônica aparece em uma foto que vazou da comemoração sem máscara.

Procurada pelo NaTelinha, Mônica não atendeu às ligações e nem respondeu as mensagens enviadas até o momento. A assessoria da atriz também não retornou o e-mail.

De acordo com o jornal Extra, a festa para cerca de 50 convidados aconteceu na fazenda do namorado de Marina, o deputado federal Guilherme Mussi. A ruiva completou 26 anos no dia 30 de junho.

A assessoria de Marina disse à reportagem que não comentará o assunto.

Mônica Martelli postou homenagem a Paulo Gustavo

A morte do humorista Paulo Gustavo completou dois meses ontem e Martelli postou uma mensagem em homenagem ao amigo.

"Cada dia sinto mais a sua ausência. Tentando conviver com o inaceitável. Quando a gente acabou de fazer essa foto, o Paulo Gustavo olhou e falou 'vou mandar essa direto pro dentista, a arcada inteira tá aqui'".

Protesto por mortes

No dia 19 de junho, a atriz foi às ruas protestar contra o governo Bolsonaro e pelas mais de 500 mil mortes no país de vítimas do coronavírus, muitas delas ocasionadas pelo atraso na compra das vacinas. 

"Chegamos à triste marca de 500 mil mortos pela covid 19. 500 mil pessoas que eram o amor da vida de alguém. Que eram amadas e amavam. É preciso ação, é preciso lutar, gritar".

Mais Notícias
Outros Famosos