Reportar erro
Nas redes

Após denunciar Léo Lins, grupos de autistas sofrem ataques na web

Humorista teria enviado mensagens ofensivas

Léo Lins
Léo Lins - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 24/09/2020 às 19:03:35

O humorista Léo Lins, que faz parte do elenco do The Noite, se envolveu em polêmica com páginas voltadas ao autismo. Famílias com crianças autistas e grupos de defesas de direitos se juntaram para acionar a Justiça contra o famoso. Desde o anúncio da ação, várias pessoas passaram a receber ataques pelas redes sociais.

Tudo começou quando Aline Mineiro, namorada de Lins, decidiu compartilhar um vídeo onde aparecia fazendo a seguinte piada com o parceiro por meio da função Stories: "Como em todas as festas, ele não fala nada, é um pouco autista". O conteúdo ficou indisponível, mas ganhou repercussão em vários perfis.

Depois, o humorista começou a compartilhar alguns prints no seu perfil com alguns comentários críticos que recebeu, rebatendo um internauta, e em outro momento, ainda convidou os seguidores a irem até uma publicação sua. "Aos meus seguidores que gostam de se divertir, convido a irem nos comentários da minha última postagem", se referindo a perfis que estavam o acusando de preconceito.

Após denunciar Léo Lins, grupos de autistas sofrem ataques na web

Após denunciar Léo Lins, grupos de autistas sofrem ataques na web

Leo Lins é acusado

O perfil REUNIDA (Rede Unificada Nacional e Internacional pelos Direitos dos Autistas) convocou os seguidores para que enviassem prints do humorista, afirmando que o famoso vem praticando "ofensas, sarcasmo e comentários obscenos".

Segundo informações do Estadão, o caso já chegou na Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência de São Paulo. Uma mulher, que tem um filho autista de 2 anos, e que recebeu mensagens do próprio Léo Lins, registrou um Boletim de Ocorrência na manhã da última quarta-feira (23). De acordo com a advogada Maria Valéria Pereira Novaes de Paula Santos, prints foram anexados.

"Vamos chamar as testemunhas e também o senhor Léo Lins para prestar esclarecimentos. É importante destacar que incitar a descriminação da pessoa com deficiência ou cometer diretamente o ato de descriminação são crimes previstos no artigo 88º da Lei Brasileira de Inclusão", alerta a advogada.

A Comissão Nacional de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Conselho Federal da OAB também foi notificada, e já está analisando os fatos apresentados.

Já Diana Serp, advogada do grupo REUNIDA, também adiantou que serão feitas pelo menos três boletins. "É preciso  parar com esse tipo de abordagem, com esse tipo de brincadeira que gera discriminação de autistas", comentou.

A co-idealizadora da rede, Fatima  de Kwant, que é especialista em autismo e ainda assessora do apresentador Marcos Mion explicou que entrou em contato com Aline assim que teve conhecimento do vídeo, e que orientou o grupo a parar com as reações. Depois, a namorada de Lins chegou a responder, enviando prints onde apareciam vários xingamentos, e garantiu que tinha sido "alvo de calúnia e difamação".

Procurado pelo NaTelinha por e-mail e redes sociais, Leo Lins não se manifestou até a publicação da reportagem. Caso o faça, o texto será atualizado

Grupos de autistas sofrem ataques

Após o aumento da repercussão do caso, alguns perfis que chegaram a ser marcados pelo famoso começaram a receber várias mensagens em tom de ataque.

Em um dos prints divulgados, é possível ver as respostas em tom de xingamentos enviados de seguidores, em defesa de Léo Lins, que foram compartilhadas em grupos nas redes sociais.

Após denunciar Léo Lins, grupos de autistas sofrem ataques na web

Após denunciar Léo Lins, grupos de autistas sofrem ataques na web

Após denunciar Léo Lins, grupos de autistas sofrem ataques na web

Mais Notícias
Outros Famosos