Reportar erro
Para os haters

Deborah Secco diz que pessoas são preconceituosas: "Me odeiam porque sou livre"

Atriz falou sobre sua imagem em entrevista à Eduardo Sterblitch

Deborah Secco séria
Deborah Secco dispara contra os haters - Divulgação
Redação NT

Publicado em 04/08/2020 às 11:18:25

Deborah Secco disparou contra os haters e quem não dela numa entrevista concedida ao programa Sterblitch não tem um Talk Show: O Talk Show, do Globoplay. "Sou uma pessoa muito intensa. Então, a imprensa gostava muito de ficar atrás de mim. Por conta disso, perdi a imagem de cult", justifica ela.

Por conta disso, a atriz acredita que se tornou uma pessoa popular: "E isso me prejudicou, talvez, profissionalmente. Porque as pessoas são preconceituosas".

Sem pudores ao falar de sexo abertamente, o machismo também foi predominante para mudar sua imagem: "Me odeiam porque eu sou uma mulher livre, uma mulher independente. As pessoas acham que 'não tem que fazer uma foto assim', 'não tem para que falar de sexo', 'não tem para que se posicionar quanto isso ou aquilo'".

Sexo 10 vezes por dia

Recentemente, ela falou numa entrevista à Sabrina Sato que fazia sexo 10 vezes por dia com o marido Hugo Moura, quando ficou grávida de Maria Flor.

Na conversa com Sabrina, Deborah já tinha se mostrado insatisfeita com a maneira que a sociedade enxerga o sexo. “Eu acho uma loucura esse tabu que existe com sexo. Todo mundo que existe veio do sexo. Por que as pessoas têm tanto problema de falar sobre sexo?", indagou.

“A gente diminuiu muito a quantidade de sexo que a gente fazia porque também eu engravidei com dois meses de namoro, então quando engravidei a gente transava 10 vezes ao dia, quando transava médio”, comentou Secco ao falar da sua vida sexual.

“A gente estava naquele momento que a gente só transava. Eu conheci o Hugo e eu só transei até a Maria nascer... Então é claro que a gente diminuiu o sexo porque a gente só transava, tinha que fazer outras coisas da vida", completou.

Mais Notícias
Outros Famosos