Pedido de ajuda

Os famosos que precisaram dar entrada no auxílio emergencial do governo

Benefício de R$ 600 alivia o bolso de artistas

Os famosos que precisaram dar entrada no auxílio emergencial do governo
Algumas famosas deram entrada no auxílio emergencial

Publicado em 02/08/2020 às 11:03:00

Por: Redação NT

A vida não está fácil pra ninguém. Por causa da pandemia do coronavírus, casas de shows, teatros e centros de arte foram fechados por precaução para evitar disseminação do vírus, desde março deste ano. Muitos artistas também tiveram que cancelar agenda e trabalhos foram adiados.

Alguns famosos não estão conseguindo superar a crise e deram entrada no auxílio emergencial do governo. O jornal Extra revelou que Rita Cadillac vem usando o benefício para pagar suas despesas, como parte do condomínio e conta de luz do apartamento em que reside, em São Paulo. A cantora confirmou a informação.

Para completar valores e cumprir com suas obrigações, Rita virou garota-propaganda de um gel íntimo. Nas redes sociais, a ex-chacrete posta publicidade dos cosméticos.

Outra famosa que deu entrada no auxílio foi Karin Hils, ex-Rouge. A atriz e cantora tinha acabado de estrear o musical Donna Summer e também lançado três singles pop da sua carreira solo, preparando-se para realizar shows com as novas canções, mas precisou paralisar os trabalhos por causa da pandemia.

Ela revelou pelas suas redes sociais, através de um desabafo, que tem recebido o auxílio, mas oportunidades surgiram neste período e, caso algum projeto seja confirmado, a cantora garantiu que vai suspender o benefício do governo.

Pepê, dupla com Neném, também é outra que solicitou os R$ 600, segundo a coluna de Fábia Oliveira. Vale lembrar que a cantora e sua irmã tiveram as contas bloqueadas na justiça há um ano, por causa de uma dívida devida a Angelica Capelete, ex-empresária da dupla. O valor equivale e à multa de rescisão do contrato não pago pelas irmãs.

Rízia Cerqueira também está passando por dificuldades financeiras. A ex-BBB confirmou o recebimento do benefício ao jornal O Dia e explicou que teve problemas com o CNPJ da empresa dela.

"Meu marido é autônomo e estava com os tecidos da loja retidos por conta da pandemia. Além disso, eu estava grávida. Tive meu filho pelo SUS porque não pude arcar com um parto particular. Hoje todos esses problemas foram resolvidos e graças a Deus os trabalhos estão aparecendo", afirmou à publicação.

Rachel de Queiroz, que interpretou a Narizinho na segunda versão do Sítio do Picapau Amarelo, em 2007, também vem passando por sufoco. A ex-atriz, que hoje desempenha o ofício de professora de balé, não vem recebendo o salário da escola em que ministra aulas. A saída, segundo Rachel, foi ter que apelar para o auxílio emergencial.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!