Galã da Globo

Cauã Reymond diz que pensou em abandonar a carreira: "É difícil, né?"

O ator conversou com o colega Fábio Assunção durante live nas redes sociais

Cauã Reymond diz que pensou em abandonar a carreira:
O ator Cauã Reymond já pensou em abandonar a carreira - Foto: Divulgação

Publicado em 05/06/2020 às 13:14:36

Por: Redação NT

Cauã Reymond e Fábio Assunção bateram um longo papo na noite da última quinta-feira (04) durante uma live realizada no Instagram. Os atores falaram sobre a criação dos filhos, a profissão e a vida pública. Em determinado momento, Cauã contou que já pensou em seguir os passos da atriz Ana Paula Arósio e abandonar a carreira.

"Às vezes, me dá uma loucura. Uma vontade de sumir e abandonar a vida pública, porque é difícil, né? Você sente isso também?", disparou Reymond, que hoje é um dos galãs na dramaturgia da Globo e já está escalada para uma das próximas novelas das nove na emissora.

Fábio respondeu ao questionamento lançado pelo amigo e surpreendeu. "Nunca tive vontade de parar. A imprensa que lida com os atores de televisão poderia ser mais gentil e menos invasiva, porque é uma loucura. Não tenho mais idade para paparazzi. Sou só isso, ator. Vou lá, faço meu trabalho e vou embora. Mas essa exposição não arranha minha paixão de ser ator. Quero dirigir mais peças. É tão linda a profissão e esse ruído de ficar preocupado se tem alguém vendo ou não, é ruim. Faço análise há 28 anos e não consigo resolver essa questão", falou o veterano.

Criação dos filhos

O bate-papo entre Cauã Reymond e Fábio Assunção também foi sobre a paternidade. Cauã é pai de Sofia, de 8 anos e fruto do relacionamento com a atriz Grazi Massafera, e Fábio do casal João Assunção, de 17, e Ella Felipa, de 8.

"Deve ser difícil para os filhos terem pais famosos. A minha lida bem desde pequenininha. Eu estabeleci que não ia tirar foto quando estivesse com ela. Daí um dia, tomei uma cutucada e ela disse: 'Tira a foto, pai'. Foi engraçado, porque ela foi me direcionando e me ajudando a ser pai dela dentro desse nosso universo", relembrou Cauã.

"Sempre agi naturalmente com eles. Ser pai é ter escuta em relação aos filhos. Eles vão dando a demanda do que precisam", finalizou Fábio.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!