Alfinetada

Pedro Scooby provoca Luana Piovani: "Quando estou namorando eu viro um monstro"

Surfista explicou sobre o atraso no pagamento da pensão dos filhos

Pedro Scooby provoca Luana Piovani:
Luana Piovani e Pedro Scooby - Foto: Reprodução

Publicado em 24/03/2020 às 11:57:00

Por: Redação NT

A briga entre Luana Piovani e seu ex-marido, Pedro Scooby, ganhou mais um novo capítulo na última segunda-feira (23). O surfista respondeu alguns seguidores do Instagram para esclarecer sobre o atraso da pensão dos filhos, os gêmeos Bem e Liz, de 4 anos, e Dom, de 7.

Ele afirmou que não pode ter guarda compartilhada, porque vive viajando por conta do trabalho. “Guarda compartilhada não dá, porque eu viajo o mundo o ano inteiro por causa do meu trabalho e a Luana me conheceu assim. Quando não estou viajando trabalhando, eu estou com as crianças em Portugal. Quanto à pensão, eu só deixei de dar o que ela mandava e dou o que é necessário”, explicou.

O esportista ainda provocou sua ex-esposa, afirmando que ela muda de opinião conforme seu status de relacionamentos. “Quando estou solteiro, ela fala que sou o melhor pai do mundo, quando estou namorando eu viro um monstro. Assim fica difícil de defender. Lembrando que não é porque ela é mulher, mãe, que as coisas têm que ser do jeito que ela quer, o mundo não gira em torno dela, mesmo ela achando que sim”, disparou.

Scooby explicou que uma pensão de R$ 10 mil é um valor além do que as crianças necessitam, pois em Portugal os meninos não precisam pagar por colégio e plano de saúde.

“Na Europa eles não pagam nem escola, nem saúde. Grande parte das roupas quem compra sou eu, escolinha de skate e todos os equipamentos eu pago. Sabe quanto custa para fazer compras em Portugal? Sabe quanto custa uma empregada? Então, não fala o que você não sabe”, comentou.

Pedro Scooby se defende como pai

Pedro, que namora a modelo Cintia Dicker, foi acusado de viver em locais luxuosos e por isso tinha que dar uma boa pensão aos filhos. O surfista garantiu que eles também são privilegiados.

“Ano passado eles foram pra Paris, Califórnia, Inglaterra duas vezes, Nova York, Fernando de Noronha, sendo que eles moram em Portugal. Andam de skate, têm os melhores skates, os melhores tênis, melhores roupas. Têm um professor particular, que custa 500 euros (R$ 2.500), que eu pago fora a pensão. Levo nas viagens pra conhecer os melhores skatistas do mundo, que são os grandes ídolos deles. O que é luxo pra você? Porque eu não tinha isso quando era criança”, finalizou.




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!