Desabafo

Mulher de Roberto Justus lamenta vazamento de áudio polêmico: "Não era pra ser exposto"

Ana Paula Siebert resolveu se pronunciar à respeito da polêmica

Mulher de Roberto Justus lamenta vazamento de áudio polêmico:
Ana Paula e Roberto Justus - Foto: Montagem/Reprodução

Publicado em 23/03/2020 às 17:46:37

Por: Redação NT

Na manhã desta segunda-feira (23), a mulher de Roberto Justus, Ana Paula Sibert, usou as redes sociais para se pronunciar à respeito do áudio do empresário opinando sobre coronavírus, que causou muita polêmica desde a noite de ontem (22).

A modelo deixou claro que nada disso era pra ter chegado ao público, pois foi compartilhado em um grupo de amigos bem pequeno, mas destacou que opiniões contrárias tornam o debate mais valorizado, ao detalhar que tem recebido apoio e também xingamentos.

"Estou aqui para responder coletivamente sobre um assunto. Desde ontem tenho recebido muitas mensagens sobre o áudio do meu marido, que vazou de um grupo superpequeno de amigos, ele dando a opinião dele e discutindo um assunto com Marcos Mion. Muitos elogios eu recebi por direct em relação ao áudio, muitas críticas também, pessoas felizes e pessoas revoltadas. O que é natural quando alguém expõe uma opinião, que não era pra ter sido exposta, mas foi... a gente nunca é obrigado a concordar com o que alguém fala", comentou.

"Eu acho muito bom pra quem tem o pensamento divergente escutar opiniões contrárias. Dá uma clareada na mente da gente. Às vezes, a gente também tem que escutar o outro lado, isso é muito importante. A única coisa que acho que não justifica nunca é, quando você não concorda com alguém, é xingar, falar palavrão e ser ignorante. Isso é muito feio! O mundo tá muito cheio de rancor e de ódio pra gente jogar mais ainda. Temos que respeitar a opinião do outro e discutir de uma forma saudável... decente, nunca com agressividade", completou.

Roberto Justus volta a comentar sobre coronavírus na Band

Roberto Justus participou do programa Aqui na Band de hoje, e explicou o motivo de ter enviado um áudio para Marcos Mion para falar sobre o novo coronavírus. O empresário afirmou que o apresentador se arrependeu de ter dado uma projeção de quantas pessoas morreriam no Brasil por causa da doença.

“Eu tô preocupado, assim como todo mundo. Ontem surgiu uma polêmica porque vazou uma conversa pessoal de um grupo nosso de apenas sete amigos e um dos amigos não foi tão amigo assim, vazando uma conversa com o Marcos Mion, onde eu fui até um pouco ríspido porque o Marcos está fazendo um trabalho bacana, entrando nas redes sociais dele pedindo para as pessoas tomarem cuidado, etc, o que é muito louvável, mas ele veio falar que o Brasil previa um milhão de mortes no mês de abril, aí a coisa desandou, porque eu fiquei bem irritado com isso”, iniciou.

Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de Marcos Mion enviou a seguinte nota: "O apresentador Marcos Mion em nenhum momento afirmou que morreria 1 milhão de pessoas. No grupo de amigos de onde o áudio foi vazado, a discussão girava em torno das projeções de diferentes cenários apresentadas pelo biólogo, especializado em virologia, Átila Iamarino. Desde o dia 12 de março, Mion usa e continuará usando, diariamente, seu alcance nas redes sociais e toda a sua credibilidade para alertar a população sobre a importância da prevenção diante do coronavírus. Seus vídeos, que somam milhões de acessos e são compartilhados nas mais diferentes plataformas, apresentam exclusivamente informações e  recomendações de fontes oficiais".


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!