Posição

Lília Cabral sai em defesa de José Mayer: "Não acredito que ele seja aquele homem"

Atriz relembrou denúncia de assédio e contou que, agora, o ator está bem

Lília Cabral sai em defesa de José Mayer:
Lilia Cabral e José Mayer já fizeram par romântico - Foto: Divulgação/Globo

Publicado em 22/10/2019 às 17:30:00

Por: Naian Lucas com Redação NT

Lília Cabral resolveu se posicionar sobre o caso de assédio envolvendo José Mayer e defendeu o ator durante sua participação no Morning Show, programa da rádio Jovem Pan, na manhã desta terça-feira (22). A atriz acredita que houve uma injustiça contra o artista em 2017.

Quando questionada sobre o movimento contra o assédio que aconteceu na Globo, ela não fugiu do assunto. “É difícil de falar, porque prejudicou algumas pessoas de uma forma muito séria. Você tem que ter uma postura, e não só a mulher que tem que ter uma postura e sim o ser humano precisa ter uma postura”, iniciou.

“Tem que entender até onde vão essas histórias, se elas são reais, de fato, e elas chegam a entrar em uma desmoralização ou até onde faz parte de uma campanha. Então eu tive colegas recentes e mais antigos que passaram por essas situações. Alguns foram muitos prejudicados e outros nem tanto, mas mexe”, continuou.

“Eu tenho muito carinho pelo José Mayer, eu trabalhei com ele durante muitos anos e eu fiquei um pouco chocada, porque ele padeceu. Ele teve uma doença muito séria de tristeza. Eu não acredito que ele seja aquele homem que ele foi, da forma como falaram dele, eu não acredito, eu não consigo acreditar. Assim como outros amigos que passaram por isso e eu não consigo acreditar”, acrescentou.

A atriz explicou porque não opinou sobre o tema na época: “Acho que você não pode deixar de defender uma posição e [essa é a minha], pela primeira vez estou falando. Na época, eu não tinha nem como me colocar [à favor de Mayer] porque existia uma campanha muito forte e quando nos colocávamos, não nos ouviam”.

Lília Cabral ainda comentou como tem vivido José Mayer atualmente, agora longe da Globo. “Agora está tudo bem, o Zé tá bem, está dando um tempo na vida dele, está bem, já está feliz de novo, está se recuperando e eu fico muito feliz por isso”, destacou.

Confira o vídeo abaixo:

José Mayer e Lília Cabral

Lília Cabral trabalhou com José Mayer em 10 novelas, atuando no mesmo núcleo em História de Amor (1995), Laços de Família (2000), Viver a Vida (2009) e Saramandaia (2013).

O ator de 70 anos fez seu último trabalho em A Lei do Amor (2016), como o vilão Tião Bezerra, mas a novela das nove não obteve sucesso de audiência e nem de crítica.

Já Lília Cabral saiu do ar recentemente, quando integrou o elenco de O Sétimo Guardião (2018), dando vida a vilã Valentina. A atriz foi indicada duas vezes ao Emmy Internacional - por Páginas da Vida (2006) e Viver a Vida - e tem sido chamada com recorrência pelo autor Aguinaldo Silva para protagonizar suas histórias.

Caso José Mayer

Após o fim de A Lei do Amor, José Mayer foi acusado de ter assediado sexualmente a figurinista Su Tonani, de 28 anos. Várias atrizes da emissora se posicionaram a favor da profissional e a Globo afastou o experiente ator, que se desculpou por ter causado constrangimento para Su.

Três anos depois, a emissora resolveu não renovar o contrato do artista, causando enorme repercussão. O ator teria ficado muito triste com o episódio e evitado contato com amigos.

Apesar da avalanche de críticas, José Mayer recebeu o apoio de colegas como Aguinaldo Silva, Regina Duarte, Reynaldo Gianecchini e, mais recentemente, Lília Cabral.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!