Reportar erro
Nova primeira dama?

Angélica sobre candidatura de Luciano Huck: "Não ficaria bom estar na televisão"

Apresentadora deixou claro que candidatura pode atrapalhar sua carreira

Angélica olhando para frente e sorrindo posa para foto
Angélica garantiu que nunca sonhou ser a primeira-dama. Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 04/10/2019 às 20:10:05

Angélica abriu o jogo e confirmou que a possível candidatura do marido Luciano Huck para a presidência da república pode atrapalhar sua carreira, conforme antecipou o NaTelinha com exclusividade. A apresentadora explicou que não acredita que ela continuaria na TV, caso isso ocorresse.

A revelação aconteceu durante entrevista que ela deu para a revista Marie Claire. Questionada sobre a possibilidade de Luciano ser candidato e se isso atrapalharia seus planos profissionais, a eterna intérprete de "Vou de Táxi" foi taxativa. "Não ficaria muito bom estar na televisão. O que também pesa, tenho uma carreira feliz. Mas não seria um impedimento".

Ao longo da entrevista, Angélica deu a entender o tempo todo que não se incomoda com a possível vida política do marido, mas que nunca criou expectativas de ser primeira-dama do Brasil. "Não é um desejo meu. Seria uma honra? Claro. Mas nunca quis isso. No Brasil, em vez de a política ser algo do qual as pessoas se orgulham, dá medo", cravou.

Ela lembrou ainda que sabe da necessidade de se preparar para o jogo político e lembrou que Luciano já vem apanhando muito por causa da possibilidade, além da família sofrer com fake news. "Mesmo sem ser candidato, Luciano já apanha de todos os lados. Estamos acostumados com fake news, mas de um jeito menos sujo."

A apresentadora que volta ao ar em 2019 numa participação especial em "A Dona do Pedaço" cravou que a imersão política mais prejudicaria que ajudaria, mas se manteve apoiando Luciano.  "Teríamos mais a perder do que a ganhar. Mas estamos em um momento tão louco na política que não quero, jamais, ser egoísta e leviana de impedir algo nesse sentido. Jamais falaria 'não, você não vai'. Jamais."

Após mostrar todos os pontos negativos de uma possível candidatura, Angélica fez questão de também mostrar as vantagens e comentou até que o projeto já saiu das mãos tanto dela quanto dele. "vejo isso, digamos, como um “chamado”, que ele não buscou. É uma coisa tão especial, que se ele decidisse se candidatar, o apoiaria. Acredito na capacidade de trabalho e no olhar para o outro que ele tem. Mas é uma escolha minha? Acho muito legal? Não posso falar isso porque não seria verdade [risos]"

Angélica conta de novos projetos

A volta definitiva da apresentadora ao ar deve acontecer apenas no ano que vem. Ela já tinha revelado um projeto de programa para 2020 e na entrevista deu detalhes e afirmou que deve estrear em abril e mostrou também o formato.

"A princípio será sobre comportamento. Estamos passando por um momento de muitas questões, as pessoas estão buscando respostas filosóficas e práticas. Todas essas novas doenças, os pânicos, as ansiedades, já vivi tudo isso. O programa será mais autoral, baseado nas minhas experiências dos últimos anos."

Mais Notícias
Outros Famosos