Saudade

Morte de Cristiano Araújo completa quatro anos e irmão fala das saudades: "Preservar"

Cantor revelou que não pretende regravar sucessos do irmão e que sente saudade do músico

Morte de Cristiano Araújo completa quatro anos e irmão fala das saudades:
Felipe e Cristiano, em foto antiga - Foto: Reprodução

Publicado em 24/06/2019 às 11:39:00 ,
atualizado em 24/06/2019 às 11:39:09

Por: Redação NT

Nesta segunda-feira (24), completam-se quatro anos que Cristiano Araújo faleceu em um acidente automobilístico. O irmão Felipe Araújo relembrou a data e disse ter saudade.

Em entrevista ao Gshow, o cantor revelou que se aventurou do mundo da música a pedido do pai, mas que não pretende regravar nenhuma música do irmão: "Prefiro preservar as coisas que ele deixou. Em casa, eu sempre canto as músicas dele, faço essa homenagem nos meus shows, mas não penso deixar isso registrado. Não por enquanto, pode ser que mude de ideia".

Felipe disse ainda que hoje consegue ouvir o irmão cantando, seja em casa ou na estrada, mas que a saudade é grande: "Sinto falta do meu irmão todos os dias. Principalmente nos churrascos em família, nas rodas de violão em casa, sinto falta das brincadeiras. Ele era pessoa mais alegre que eu já conheci. Estamos cada dia mais forte, minha família está muito mais unida. Mas a saudade é absurda".

Após a morte de Cristiano, Felipe já conseguiu fazer um grande sucesso pelo país. Para ele, o irmão estaria orgulhoso de sua trajetória: "Tenho certeza que tem a mão dele no meu sucesso. Ele está cuidando de mim lá de cima. Minha referência musical vai ser sempre meu irmão. Acompanhei toda a trajetória dele. Quando eu nasci, ele já cantava".

Felipe Araújo

Felipe chegou a montar uma banda de rock e teve até dupla sertaneja, mas com a morte do irmão, decidiu montar carreira solo, lançando seu primeiro álbum em dezembro de 2015.

Já foi indicado a vários prêmios e já fez diversas parcerias. "A Mala é Falsa", lançada em 2016, é um de seus grandes sucessos, gravada ao lado de Henrique e Juliano.

Cristiano Araújo

Nascido em Goiânia, a carreira estourou em 2011, com gravação de CD e DVD e participações de grandes cantores como Jorge (da dupla com Mateus), Gusttavo Lima e Humberto e Ronaldo.

Chegou a fazer turnê nos Estados Unidos e gravou um grande DVD na cidade de Cuiabá, com padrões internacionais e estrutura muito tecnológica, bastante elogiada na época.

Faleceu na madrugada de 24 de junho aos 29 anos, ao lado da namorada, Allana Moraes, ao voltar de um show em Itumbiara. O carro em que estavam saiu da pista e capotou e o cantor chegou a ser arremessado para fora do veículo, fazendo com que tivesse uma hemorragia interna na região do abdômen.

Dois dias depois de completar um ano de sua morte, a Globo divulgou no Fantástico a existência de 15 canções inéditas.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!