Treta

Ex-BBB Hana rebate críticas após dizer que Neymar é estuprador "até que se prove o contrário"

Hana Khalil falou sobre a cultura do estupro e foi detonada

Ex-BBB Hana rebate críticas após dizer que Neymar é estuprador
Hana vem rendendo polêmica após falar sobre a "cultura do estupro"

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 03/06/2019 às 17:17:19

A ex-BBB Hana Khalil vem dando o que falar nesta segunda-feira (03), após se posicionar sobre a acusação de assédio que Neymar recebeu no último final de semana.

Em uma série de Stories no Instagram, a influenciadora falou sobre a cultura do estupro e bradou que há, sim, chances do jogador ter praticado o crime contra a modelo que o denunciou.

"Ele pode ter feito. Mesmo que seja mentira, que ela esteja mentindo e queira se aproveitar da grana do Neymar, como vocês estão falando, até que se prove o contrário, até que a Justiça prove o contrário, ele é estuprador", disse.

"Nunca se acredita na mulher, então vamos deixar a Justiça resolver porque, assim, quem não deve não teme, né Ney? Então, eu acho que existe uma responsabilidade muito grande em cima disso, assim como o caso do Cristiano Ronaldo, por exemplo, que elas pessoas nem falam nisso", completou.

Desde então, Hana passou a ser criticada e respondeu pelo Twitter. Irritada, ela reclamou que falta interpretação de texto ao brasileiro.

"O pior do brasileiro é a falta de interpretação de texto, a outra dizendo 'COMO VC PODE GARANTIR QUE ELE EH ESTUPRADOR???' num contexto que coloquei como 'até que se prove o contrario, ele estuprou a menina'. Vocês precisam urgente de aulas de redação e interpretação. Sério", escreveu.

Na sequência, sobrou também para Jair Bolsonaro: "Não me surpreende essa penca de gente/blogueiras achando um absurdo cogitar que o Neymar pode ter estuprado alguém. Por que é basicamente como o nosso presidente se posicionaria em um CASO de estupro".

"É basicamente como qualquer pessoa se posiciona quando ouve que um cara possivelmente estuprou alguém. As pessoas querem que o homem saia ileso pq não querem lidar com o fato de que essa cultura existe, e isso é muito triste", lamentou.

Hana Khalil ainda se classificou como comunicadora e formadora de opinião e que está ali para as pessoas concordarem ou não com ela. Por fim, pediu que "antes de vir bater boca comigo e reproduzir discurso conservador patriarca, sugiro dar um google pra entender melhor sobre cultura de estupro pq nao tem como eu explicar desde a era das cavernas".

Caso Neymar

O jogador Neymar, de 27 anos, foi acusado de ter estuprado uma mulher há algumas semanas. Embora o caso tenha acontecido em Paris, a mulher registrou um boletim de ocorrência em São Paulo e as investigações começaram. O B.O. foi realizado na última sexta (31), mas o caso ganhou repercussão no dia seguinte.

Além de seu pai ter concedido entrevista ao "Brasil Urgente" falando da situação e acusando a mulher, o próprio jogador divulgou vídeo em suas redes sociais, durante a noite de sábado, em que se disse inocente e postou uma série de prints de conversas com a mulher, além de vazar fotos íntimas dela.

O caso segue sendo investigado e, neste domingo (02), a polícia confirmou que Neymar será convocado a depor e também deverá ser processado por divulgar fotos íntimas da mulher.

Já na manhã de hoje, Neymar Pai participou ao vivo do programa "Aqui na Band" e defendeu o filho. Claro que estamos abalados. É difícil quando você sabe que seu filho está falando a verdade e recebe uma acusação dessa”, disse. “Recebemos a visita de uma advogada que se dizia dessa moça e ela pediu dinheiro, o que nós repudiamos”, acrescentou.

O empresário foi questionado se não houve exagero do jogador exibir imagens da jovem nua para se defender da acusação. “Eu prefiro um crime de internet que um crime de estupro”, disparou o pai de Neymar. O advogado convidado pela produção relatou que a ação do atleta não configura crime.

“Existe o caso de dolo e o caso culposo. O dolo é quando tem a intenção de prejudicar uma pessoa. Agora tem a negligência, que configura no caso do culposo. Ele vai alegar que usou as conversas para se defender”, explicou.

Pouco depois, Neymar Pai deu uma informação exclusiva para Silvia e Luis Ernesto Lacombe sobre o episódio entre o jogador e a modelo. “No segundo dia, ele chegou e viu o celular dela em pé. Ela falou que estava carregando, mas ele percebeu que ela tinha a intenção de gravar”, relatou. Por sinal, a jovem levou imagens e conversas para a polícia nesta segunda.

O programa matutino ainda conseguiu imagens exclusivas do advogado da acusadora entrando no apartamento do pai de Neymar, no dia 29 de maio. “Ele pediu um cala a boca”, explicou. “O advogado apresentou algumas imagens e disse que precisava de um cala a boca. Meus advogados disseram que a família não iria pagar e a jovem fizesse o que ela quisesse”, acrescentou.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!