Polêmica

Pai de Neymar defende o filho: "Prefiro um crime de internet que um crime de estupro”

Empresário participou do programa "Aqui na Band" desta segunda-feira (03)

Pai de Neymar defende o filho:
Pai do Neymar defendeu o filho no "Aqui na Band"

Naian Lucas
i

Naian Lucas

Naian Lucas escreve há 10 anos e já fez de tudo um pouco nas redações. Apaixonado por televisão, é roteirista e trabalha na área desde 2014. Atualmente, é repórter do NaTelinha e aficcionado por tudo que envolve dramaturgia. Siga-me no Twitter: @naiaan

Publicado em 03/06/2019 às 10:41:00 Atualizado em 03/06/2019 às 10:54:15

Pai do jogador Neymar Jr., Neymar da Silva Santos participou ao vivo do "Aqui na Band" desta segunda-feira (03), onde deu a versão do filho sobre a acusação de estupro feito por uma modelo na última sexta-feira (31). 

O empresário foi convidado e aceitou muito porque mantém negócios com o diretor do matinal da Band, Vildomar Batista. Até pelo menos o ano passado, ele dirigia os especiais de fim de ano e o leilão beneficente do Instituto Projeto Neymar Jr.

Antes de começar a falar do possível crime, Neymar Pai, como é chamado, apontou que o convite teria sido feito para falar do instituto, que ajuda milhares de crianças carentes no município de Praia Grande, no litoral de São Paulo.

Após apresentar os trabalhos feitos pela organização sem fins lucrativos, o advogado da família explicou qual o impacto negativo em cima do espaço por causa da acusação de estupro. “Esse caso pode manchar a imagem do instituto. Por isso é importante que a situação seja resolvida”, declarou.

A apresentadora Silvia Poppovic deixou claro no começo do programa que a intenção não era fazer um julgamento sobre o problema, mas apenas relatar os acontecimentos. “Não vamos promover um tribunal. Isso é papel para a justiça”, contou.

Neymar Pai iniciou as explicações e defendeu o filho. “Claro que estamos abalados. É difícil quando você sabe que seu filho está falando a verdade e recebe uma acusação dessa”, disse. “Recebemos a visita de uma advogada que se dizia dessa moça e ela pediu dinheiro, o que nós repudiamos”, acrescentou.

O empresário foi questionado se não houve exagero do jogador exibir imagens da jovem nua para se defender da acusação. “Eu prefiro um crime de internet que um crime de estupro”, disparou o pai de Neymar. O advogado convidado pela produção relatou que a ação do atleta não configura crime.

“Existe o caso de dolo e o caso culposo. O dolo é quando tem a intenção de prejudicar uma pessoa. Agora tem a negligência, que configura no caso do culposo. Ele vai alegar que usou as conversas para se defender”, explicou.

Pouco depois, Neymar Pai deu uma informação exclusiva para Silvia e Luis Ernesto Lacombe sobre o episódio entre o jogador e a modelo. “No segundo dia, ele chegou e viu o celular dela em pé. Ela falou que estava carregando, mas ele percebeu que ela tinha a intenção de gravar”, relatou. Por sinal, a jovem levou imagens e conversas para a polícia nesta segunda. 

O programa matutino ainda conseguiu imagens exclusivas do advogado da acusadora entrando no apartamento do pai de Neymar, no dia 29 de maio. “Ele pediu um cala a boca”, explicou. “O advogado apresentou algumas imagens e disse que precisava de um cala a boca. Meus advogados disseram que a família não iria pagar e a jovem fizesse o que ela quisesse”, acrescentou.

A atração da Band tentou conversar com a moça, mas a defesa não atendeu aos telefonemas.

Neymar Jr. está concentrado junto com a seleção brasileira para disputar a Copa América. O primeiro jogo ocorre no dia 14 de junho, contra a Bolívia. Antes, o Brasil joga dois amistosos preparativos, sendo o primeiro na próxima quarta (05), diante do Catar.

Caso Neymar

O jogador Neymar, de 27 anos, foi acusado de ter estuprado uma mulher há algumas semanas. Embora o caso tenha acontecido em Paris, a mulher registrou um boletim de ocorrência em São Paulo e as investigações começaram. O B.O. foi registrado na última sexta (31), mas o caso ganhou repercussão no dia seguinte.

Além de seu pai ter concedido entrevista ao "Brasil Urgente" falando da situação e acusando a mulher, o próprio jogador divulgou vídeo em suas redes sociais, durante a noite de sábado, em que se disse inocente e postou uma série de prints de conversas com a mulher, além de vazar fotos íntimas dela.

O caso segue sendo investigado e, neste domingo (02), a polícia confirmou que Neymar será convocado a depor e também deverá ser processado por divulgar fotos íntimas da mulher.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!