Polêmica

Jurado de Raul Gil detona "Juntos e Shallow Now": "pior versão da música brasileira"

Crítico musical não poupou Paula Fernandes e Luan Santana

Jurado de Raul Gil detona
Regis Tadeu detonou Paula Fernandes e Luan Santana - Foto: Montagem

Naian Lucas
i

Naian Lucas

Naian Lucas escreve há 10 anos e já fez de tudo um pouco nas redações. Apaixonado por televisão, é roteirista e trabalha na área desde 2014. Atualmente, é repórter do NaTelinha e aficcionado por tudo que envolve dramaturgia. Siga-me no Twitter: @naiaan

Publicado em 24/05/2019 às 17:23:23 Atualizado em 30/05/2019 às 17:36:46

O crítico musical Regis Tadeu usou seu canal no YouTube para analisar a canção “Juntos”, de Paula Fernandes e Luan Santana. A música é uma adaptação em português da letra vencedora do Oscar “Shallow”, de Lady Gaga. Na semana passada, o refrão polemizou nas redes sociais e ganhou milhares de memes.

“Juntos e Shallow Now. Esse é o refrão daquela que é a pior versão em português já feita na música brasileira de uma versão internacional”, detonou o analista. Regis se tornou conhecido por quebrar discos de cantores no “Superpop”, programa da Luciana Gimenez na RedeTV!. Atualmente é colaborador do “Programa Raul Gil”, participando do quadro “Jogo do Banquinho”.

O crítico fez um prólogo em relação às músicas nacionais que são adaptações de canções estrangeiras. Ele dividiu a primeira parte com versões de qualidade, como “Estúpido Cupido”, de Celly Campello. “É uma versão de “Stupid Cupid”, de Neil Sedaka”, explicou.

Logo em seguida, começou a apresentar letras ruins que se inspiraram em músicas internacionais, colocando o cantor Latino como o principal representante do universo de traduções fracas.

“O campeão de músicas ridículas deste estilo, até então imbatível neste quesito, era o Latino. Você deve lembrar muito bem daquelas terríveis versões que ele fez”, disse Tadeu.

Após trazer relatos históricos do universo musical, o comunicador adentrou ao assunto principal e afirmou que Paula Fernandes é responsável por superar qualquer canção adaptada de Latino. “Surgiu uma nova campeã”, falou sobre a cantora, informando que ela não é uma artista muito querida no meio artístico por ter supostos comportamentos de estrelismos em shows e eventos.

Ao longo da sua fala, Regis deixa claro que não gosta da música original de Lady Gaga, chamando “Shallow” de “breguinha”. “Essa canção chegou a render para cantora um inaceitável Oscar. Inacreditável que essa canção tenha ganhado um Oscar”, opinou.

Tadeu acredita que a sertaneja tentou surfar no sucesso da letra e resolveu fazer uma versão em português, tendo ao lado o cantor Luan Santana. Porém, o plano não deu certo e o refrão não recebeu boa recepção dos ouvintes brasileiros e da crítica especializada.

“A Paula Fernandes resolveu ela mesma escrever a letra péssima dessa canção e que não tem nada a ver com a letra original”, falou. “Mas não há nada ruim que não possa piorar. A letra já é ridícula, o dueto é ridículo e a cereja desse bolo de porcaria é que o refrão tem uma expressão absurda e indecifrável: ‘Juntos e Shallow Now’”, disparou.

Regis criticou os artistas e declarou que eles estão vivendo numa espécie de bola, acreditando que tudo que fazem são produções excelentes. “Esses artistas lançam essas porcarias com a certeza que serão adorados. Essa é a realidade”, concluiu.

Veja o vídeo completo abaixo:


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!