Reportar erro
Despedia

Velório de Lúcio Mauro reuniu familiares, amigos e fãs

O corpo do humorista foi cremado logo após o velório no Theatro Municipal

Lucio Mauro
Humorista estava afastado da TV desde que sofreu um AVC, há três anos - Divulgação
Redação NT

Publicado em 13/05/2019 às 20:45:02

O Theatro Municipal foi o local escolhido para a despedida do humorista Lúcio Mauro, que morreu na noite de sábado (11).

Com a saúde debilitada desde que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) há três anos, ele estava com 92 anos.

O veterano artista ficou conhecido através de papéis memoráveis em humorísticos como “Escolinha do Professor Raimundo”, “Balança Mais Não Cai” e “Zorra Total”, todos exibidos pela Rede Globo.  

Nos últimos quatro meses, Lúcio Mauro esteve internado com problemas respiratórios na Clínica São Vicente, localizada na zona Sul do Rio de Janeiro. Seu velório ocorreu nesta segunda-feira (13), das 9h às 14 horas.

Além dos familiares e de amigos como as atrizes Íris Bruzzi e Carmen Verônica, contou com a presença de muitos fãs. No final da tarde, o corpo do ator foi levado para o Cemitério do Caju, na zona portuária da cidade, para ser cremado. 

Um dos presentes no velório foi o também humorista Fábio Porchat que disse ter aprendido muito com Lúcio Mauro. “Se a gente tá aqui hoje é por conta do Lúcio. É um cara que fez do humor a sua vida e a nossa vida também como espectador e a minha como comediante”, revelou. 

“Eu acho que um grande mestre quando vai, ainda fica. E ele tá aqui, tá em mim. Eu fico triste que ele se foi, mas fico reconfortado porque ele foi descansar. Fico feliz de poder estar aqui junto com a família”, concluiu. 

Em depoimento à imprensa, Lúcio Mauro Filho disse que apesar da tristeza seu pai descansou. “Tem um homem de 92 anos indo na hora certa e deixando uma mensagem de amor pelos homens, pelo ser humano e pelo país”, comentou. 

O ator ressaltou que, embora o artista tenha nascido em Belém do Pará, amava o Rio. Lucinho se sente aliviado pelo humorista não ter presenciado o abandono da cidade que o recebeu de braços abertos.

"Ele tinha muito amor por essa cidade. Quando sofreu o AVC, há 3 anos, a cidade dava o último suspiro. Fico feliz que ele não presenciou o que restou da cidade. Cabe agora a nós essa tarefa de reerguer a cidade, o país", comentou.

Para Lucinho, que homenageou o pai em um post publicado no seu perfil do Instagram, o ator irá se manter vivo através do exemplo que deixou para os filhos. “Um artista como ele é eterno, permanece vivo pela obra dele gigantesca. Ele permanece vivo nos filhos, que amaram tanto ele, nos netos amorosos. Ele teve a sorte de conhecer a nova neta. A gente teve essa dádiva de uma pessoa chegando enquanto outra tá indo”, finalizou. 

Mais Notícias
Outros Famosos