Luto

Intérprete de "Que será, será", Doris Day morre aos 97 anos

Morte foi anunciada nesta segunda-feira (13)

Intérprete de
Doris Day morreu aos 97 anos. Foto: Divulgação

Redação NT
i

Redação NT

O NaTelinha é um site pioneiro em entretenimento e cultura de televisão no Brasil, sendo referência por sua ética e credibilidade, trazendo sempre a verdade, como deve ser. Twitter: @sitenatelinha / Instagram: @sitenatelinha / facebook.com/sitenatelinha

Publicado em 13/05/2019 às 15:37:00 Atualizado em 13/05/2019 às 17:53:55

Na manhã desta segunda-feira (13) foi confirmada a morte da atriz e cantora americana Doris Day. Aos 97 anos de idade, a estrela do cinema e da TV faleceu em sua casa em Carmel Valley, nos Estados Unidos, rodeada por seus amigos e familiares. Ela é conhecida no Brasil por cantar a música "Whatever Will Be, Will Be" ("Que será, será").

Doris ficou famosa nos anos 40 quando surgiu como cantora. Em duas décadas ela gravou mais de 650 músicas e se tornou uma das cantoras mais populares da América. A projeção lhe deu oportunidade de se tornar atriz e ela não se negou.

Grande dama da comédia, ela protagonizou obras como "Confidências à Meia-Noite (1959) e "Eu, ela e Outra" (1963).  Pelo primeiro trabalho, foi indicada ao Oscar na categoria melhor atriz, mas acabou não vencendo a competição.

Conhecida por sua veia cômica, Doris acabou modificando o estilo ao aceitar um desafio de seu amigo, o cineasta Alfred Hitcock, considerado um dos grandes nomes do cinema de terror no mundo. Em 1956, ela protagonizou o filme "O Homem que sabia Demais" graças ao convite de Hitcock.

A atriz estrelou ainda na TV um programa cômico que levava seu nome, o "The Doris Day Show", que contou com seis temporadas a partir de 1968 e permaneceu no ar até 1973, sendo sucesso de público e de crítica à época.

Que será, será

A música "Whatever Will Be, Will Be" é muito conhecida do público brasileiro por ter um trecho em português, "Que será, será". 

A canção foi ainda alvo de programas que foram ao ar no Brasil, como "Eu, a Patroa e as Crianças" em que o protagonista Kyle canta no casamento de seu filho.

Já em "Tal Mãe, Tal Filha", Lorelai e Rory assistem ao filme "O Homem que sabia demais", justamente onde foi lançada a música e que Doris interpreta a canção ao lado de James Stweart.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!