Thiago Forato
Reportar erro
Enfoque NT

Só uma coisa pode deter o "Balanço Geral" da Record

Surfando em primeiro lugar, "Balanço Geral" derrubou o "Vídeo Show" e fez até o nostálgico "Video Game" virar pó

Gottino, Reipert e Lombardi
"Balanço Geral" é sucesso no Ibope - Reprodução/Record TV
Thiago Forato

Publicado em 02/08/2019 às 06:39:32

Pedra no sapato da Globo há anos, o "Balanço Geral SP" vem surfando no primeiro lugar e desbancando programas consagrados da emissora carioca.

Em janeiro de 2019, o "Vídeo Show" foi rifado da grade de programação tendo mudado de formato para tentar se adequar a um novo modelo. Sem sucesso.

O programa que cobria os bastidores da Globo deu adeus após 35 anos. E a tarefa de recuperar a ponta do Ibope não foi cumprida pela "Sessão da Tarde". Vez ou outra com um filme mais agressivo como "As Branquelas" (2007), consegue algum resultado melhor, mas sem sequência de vitórias sobre a Record e muito menos algum distanciamento dos números na Grande São Paulo.

Não tem jeito. O quadro "A Hora da Venenosa" conseguiu, com grande mérito, se tornar uma atração praticamente imbatível e com uma solidez invejável.

 

A química entre o trio Reinaldo Gottino, Fabíola Reipert e Renato Lombardi (sem esquecer do Garçom Maluco) caíram nas graças dos paulistanos e é até um programa que ultrapassou as fronteiras do estado.

Mas, o que pode detê-lo?

A Globo tentou mexer e remexer no "Vídeo Show", combater a Record com um gênero parecido. Até mesmo o "Video Game" foi ressuscitado no final de 2017 e fracassou.

Mas há uma coisa que a emissora ainda não tentou: novelas.

Além do Brasil ser o país do futebol e do Carnaval, também é conhecido mundialmente por suas novelas.

Só uma coisa pode deter o \"Balanço Geral\" da Record

Produto que mexe com o imaginário e emoções do público, a dramaturgia sempre desequilibra.

"Por Amor", que vem beirando os 20 pontos de média no "Vale a Pena Ver de Novo", é uma arma forte, como qualquer outro folhetim que a Globo venha a utilizar.

Recordo aqui uma declaração dada por José Bonifácio de Oliveira, o Boni, ao programa "Roda Viva", da TV Cultura, em 2012: "Um programa muda a audiência de um horário. A novela muda a posição de uma emissora".

Foi isso que fez com que a Record passasse o SBT na segunda metade da década passada no seu projeto "rumo à liderança" (que nunca se concretizou). E também isso que fez com que o SBT brigasse novamente pelo segundo lugar em 2012: Novela.

Jogar a reprise do "Vale a Pena Ver de Novo" para as 14h é a solução mais simples e eficaz contra as sucessivas derrotas para a Record. A história não deixa mentir. Fica a dica.

Mais Notícias