Coluna do Sandro

SBT muda diretor de jornalismo em Brasília e deve trocar o de São Paulo

Emissora contrata Luiz Alberto Weber, ex-Folha

SBT muda diretor de jornalismo em Brasília e deve trocar o de São Paulo
Divulgação

Publicado em 05/06/2020 às 00:01:10 ,
atualizado em 05/06/2020 às 01:09:16

Por: Sandro Nascimento

Como parte de várias mudanças que ocorrerão no setor, o SBT trocou o seu diretor de jornalismo em Brasília. Após três anos comandando a redação da filial, Ederson Granetto deixa a emissora e em seu lugar assume Luiz Alberto Weber, ex-Folha. Todos os envolvidos já foram comunicados na manhã dessa quinta-feira (04).

Antes da Folha, onde ocupava o cargo de Secretário de Edição da Sucursal em Brasília, Weber trabalhou no Estado de S.Paulo por oito anos. No jornal, foi chefe de redação em Brasília e coordenador de política. Ele também foi coordenador de reportagens especiais para a revista Época e o jornal O Globo.

Além de jornalista, Luiz Weber é advogado e especialista em direito constitucional e mestre em ciência política. O novo diretor de jornalismo do SBT já mora em Brasília e é visto como um profissional com boa entrada em vários setores dos três poderes.

Como esta coluna antecipou, a mudança da sua direção de jornalismo em Brasília é apenas o início de parte de um processo que o SBT deve promover nas suas redações nas próximas semanas. O alvo agora se vira para a cabeça de rede da emissora em São Paulo.

 

Qual será o destino de José Occhiuso?

O atual diretor de jornalismo nacional do SBT, José Occhiuso, há três anos no cargo, é outro que terá destino incerto no canal. Internamente, os últimos acontecimentos envolvendo o departamento sob sua responsabilidade não foram bem digeridas pela alta cúpula da emissora.

Como consequência dessa troca de comando, nenhum cargo de confiança abaixo de diretor de jornalismo nacional está assegurado. Uma das broncas que colaboram para a saída de Occhiuso foi ele ter permitido que duas matérias fossem ao ar no SBT Brasil tendo um viés não alinhado editorialmente com o canal.

A história do SBT

A história do SBT é muito clara. Quem manda é Silvio Santos, que é o dono da emissora. Quem não aceita suas decisões é melhor pegar o banquinho e sair de fininho. Isso também vale para o artístico. Lembram-se da Adriane Galisteu? 

Nos bastidores, a dúvida agora recai sobre a âncora do SBT Brasil, Rachel Sheherazade. Seu contrato termina em setembro e a renovação e vista como pouco provável.

Convidados de Bial na Globo

Nesta sexta-feira (05), o programa Conversa com Bial recebe o humorista e youTuber Whindersson Nunes e a cantora e apresentadora Priscilla Alcantara, ex-Bom Dia & Cia. Cada um de sua casa.  

Record invade a TV do Chile

A partir do dia 7 de junho, pela primeira vez na história da TV chilena, estarão no ar três produções da mesma emissora brasileira em canais diferentes: Os Dez Mandamentos na TVN, Jesus na Chilevisón e Pecado Mortal na TV+. Todas as novelas são produtos da Record.

Eu fico por aqui ou toda hora no Twitter @sandronascimm

publicidade




LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!