Coluna do Sandro

Globo e Record vivem crises internas na dramaturgia com seus poderosos

Silvio de Abreu e Cristiane Cardoso vêm dando o que falar nos bastidores

Globo e Record vivem crises internas na dramaturgia com seus poderosos
Montagem NaTelinha

Publicado em 23/01/2020 às 08:44:17 ,
atualizado em 23/01/2020 às 09:26:50

Por: Sandro Nascimento

Embora sejam concorrentes bem distantes no Ibope, nos bastidores, Globo e Record enfrentam situações bem semelhantes em suas novelas. Do lado da líder de audiência, Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia, cria cada vez mais inimigos com veteranos escritores por seu plano de renovação. No canal paulista, a filha do bispo Edir Macedo, Cristiane Cardoso, muda e altera roteiros dos folhetins tendo como justificativa seus preceitos pessoais.

Em ambos os casos, as ordem dos poderosos diretores ocasionam um clima de insatisfação nos interiores dos canais e até mesmo um sentimento de injustiça. Iniciada em 2014, a gestão de Silvio de Abreu afastou Miguel Falabella dos folhetins e encostou Manoel Carlos, Gilberto Braga, Benedito Ruy Barbosa, Aguinaldo Silva, Walther Negrão, dentre outros nomes. O motivo seria uma renovação de autores visando o futuro das novelas.

Porém, não é apenas este cenário que vem criando bronca dentro da teledramaturgia da Globo. Para alguns profissionais, Abreu vem optando por projetos e abrindo espaço de acordo com sua proximidade pessoal com os escritores, a famosa "panelinha", se distanciando de uma decisão técnica.

Além disso, Silvio ordena mudanças em textos, destinos das histórias e alterações em sinopses, óbvio que isso faz parte da sua função, mas a crítica interna é ele não conseguir equilibrar seus ensinamentos com os novatos sem restringir o desenvolvimento do estilo individual de cada autor. Para os iniciantes, que precisam de oportunidades, os pedidos são aceitos sem questionamentos.

Existem comentários, maldosos, sobre quem escreveu de fato a trama de Verão 90, exibida no ano passado no horário das 19h. Aliás, alguém percebeu uma mudança de estilo na reta final de Bom Sucesso?

Na Record, a filha do dono vem sacudindo as gravações das novelas com suas interversões cada vez mais frequentes. Cristiane Cardoso altera cenas, muda destino de personagem, troca figurinos e suas decisões devem ser seguidas pelos escritores como os fiéis da Igreja Universal seguem os versículos da Bíblia.

Quem não se enquadra tem que pedir demissão, simples. Foi assim com Vivian de Oliveira, responsável pelo sucesso de Os Dez Mandamentos (2015); Gustavo Reiz, escritor de Escrava Mãe (2016); Renato Modesto, de A Terra Prometida; e mais recentemente, Emílio Boechat, que estava escrevendo Gênesis, o novo folhetim bíblico que estreia em abril.

Gênesis virou problema na Record

Alías, Gênesis tem que tomar um banho de descarrego de sal grosso e mandar preparar um ebó. A novela, que inicialmente estava prevista para estrear em 2018, só entrará no ar no primeiro semestre de 2020 devido a inúmeros problemas de produção.  Foi o projeto que tirou Vivian de Oliveira e Gustavo Reiz da Record. Depois disso, o folhetim acabou parando no colo de Boechat, que não segurou o rojão e já pediu para sair. 

Se na Globo, Silvio de Abreu tem a favor sua trajetória profissional na teledramaturgia, na Record, qual o conhecimento Cristiane Cardoso tem da área? A emissora paulista não vem conseguindo emplacar um novo sucesso na grade desde que a filha do dono passou a mandar diretamente no setor. E diante disso, a Globo nunca mais foi incomodada. Na Record, quem tem coragem de dizer que ela está errada? E o dinheiro vai escoando pelo ralo.

Nas duas emissoras, falta bom senso e sobra ego para cuidar de assuntos de interesse da dramaturgia A verdade é que os escritores estão cada vez menos livres para desenvolver seus estilos e contar suas histórias. Para manter seus empregos, precisam se enquadrar nas regras de alguém que, supostamente, tem um conhecimento acima deles.

Será que a Janete Clair teria espaço para desenvolver suas obras hoje? Vassouras estão atrás das portas dos estúdios. 




publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!