Coluna do Sandro

Patrícia Abravanel se mostrou um furacão na estreia do "Topa ou Não Topa"

A filha de Silvio Santos surpreendeu à frente do game-show do SBT

Patrícia Abravanel se mostrou um furacão na estreia do
Divulgação/SBT

Publicado em 18/08/2019 às 07:30:23 ,
atualizado em 18/08/2019 às 09:42:33

Por: Sandro Nascimento

Parece que o sucesso de Rebeca Abravanel no "Roda Roda" acabou despertando uma nova Patrícia no SBT. Apresentadora do "Topa ou Não Topa",  game show que estreou na tarde do  último sábado (17), ela demonstrou que pode fazer, e ser, muito mais na televisão.

Na época em que ficou à frente do "Máquina da Fama" (2013-2017), Patrícia Abravanel tinha roteiro a ser seguido e conteúdo delimitado. Tanto na abertura quanto no encerramento do programa, tudo era lido por ela no teleprompter, que é a tela que mostra ao apresentador o que deve ser dito.

No "Topa ou Não Topa", Patrícia não teve TP, ela sabia que o programa tinha um formato e regras, mas conseguiu fazer tudo do seu jeito, foi espontânea e aproveitou, de forma inteligente, o espaço que foi dado pelo diretor Michael Ukstin.

A herdeira do SBT em vários momentos passou emoção e foi totalmente verdadeira, principalmente quando as malas de dinheiro eram abertas e causavam a reações em Patrícia que chamavam a atenção do telespectador.

Os apresentadores do  Topa ou Não Topa", antes dela, foram Silvio Santos e Roberto Justus. Contra Silvio não dá pra comparar porque Silvio é Silvio e tem carisma até de boca calada.

Mas sem nenhum juízo de demérito de Roberto Justus, Patrícia saiu-se leve, animada e de explícito carisma. Um furacão. Esqueçam a Patrícia de antes. O que vimos no último sábado foi uma nova Patricia.

Audiência do "Topa ou Não Topa"

De acordo com dados prévios da Kantar Ibope da Grande São Paulo, durante a estreia do "Topa ou Não Topa", o SBT marcou 6,7 de média contra 6,8 da Record. No horário, a Globo liderou com 10,5 pontos.

Roberto Kovalick dá show no jornalismo

Roberto Kovalick é o temporário apresentador do "SPTV 2ª Edição". E vem surpreendendo e  se revelando um grande âncora. Com leveza de cena e voz de comando, parece até o dono da cadeira. Está comprovadamente apto a sentar em qualquer bancada.

Marcelo Barreto dá exemplo de dignidade

Dia desses, Marcelo Barreto, do SporTV, fez confissão de erro em público na frente das câmeras, coisa tão rara na TV. O apresentador errou numa informação dada que prejudicaria o presidente do Vitória (BA).

Então, Marcelo declarou seu erro e pediu desculpas ao dirigente no ar. Se não bastasse isso, disse que a culpa era só dele pelo erro. Explicou que foi ele quem deu a notícia e ninguém da sua equipe de trabalho teve nada a ver com pelo engano.

Isto é dignidade de jornalismo tão raro nos dias de agora. Parabéns, Marcelo.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!