Coluna do Sandro

"Novo" Telecine enfrenta críticas e canal revê estratégia

Canais da Globosat estreiam nova identidade visual sem identificação por gênero de filme

Divulgação

Publicado em 11/08/2019 às 06:59:35 ,
atualizado em 12/08/2019 às 16:00:37

Por: Sandro Nascimento

Parte da nova estratégia de identificação visual dos seis canais Telecine, que pertence à programadora Globosat, teve que ser repensada e alterada após 10 dias de entrarem no ar e enfrentar críticas dos assinantes.

A rede de filmes que é uma joint-venture do grupo Globo com os estúdios Fox, Universal, DreamWork, Paramount, MGM, Disney e Universal passou a ser alvo de uma forte onda de críticas dos seus assinantes, quando, desde o último dia 30 de julho, optou em não identificar mais os cinco canais segmentados por gênero no logotipo do canal, situado no lado superior direito do televisor.

Com essa decisão, os assinantes passaram a ter dificuldade de descobrir qual canal Telecine estavam assistindo em sua operadora. Até então, a rede de filmes era dividida em Premium, Action, Emotion,Fun, Pipoca ou Cult.

A coluna apurou que desde a estreia do novo logo e estratégia visual, que aconteceu marcando os 25 anos da criação dos canais de filmes, as operadoras passaram a receber inúmeras reclamações dos assinantes que foram repassadas a Globosat. Além disso, nas redes sociais, as mudanças também sofreram protestos dos telespectadores do canal premium.

O impacto negativo das mudanças foi tão forte, que a Globosat teve que voltar atrás da decisão e passou a exibir, desde a última sexta-feira (09), a identificação dos canais como era antes.

É a velha história: Manda quem pode, obedece que tem juízo. Em meio a crise no setor de TV paga, desagradar o assinante é aquilo que as programadoras devem a todo custo evitar.

"Hub de Cinema"

As mudanças visuais e sonoras para a rede premium de filmes, que custa em média R$ 39 aos assinantes, ocorreu em busca de uma única marca em todas as plataformas, com um "hub de cinema".

Além dos canais lineares, desde julho, a Globosat passou a disponibilizar o Telecine Play, para contratação no meios digitais, sem o intermédio de uma operadora de TV paga.

O outro lado

Após a publicação da coluna, a Rede Telecine enviou o seguinte posicionamento:  "A mudança na identidade visual do Telecine reflete a unificação de uma só marca para todas as suas frentes de atuação. O desejo principal é expandir o trabalho já realizado para novos negócios, mantendo sempre o usuário em primeiro lugar. Como uma empresa sólida no mercado e líder de audiência, é esperado que mudanças possam gerar opiniões diversas e é um dever ouvi-las. Por isso, o Telecine considerou as críticas construtivas relacionadas a segmentação dos canais e voltou a implementar a diferenciação na nova plataforma de marca"

O Sétimo Guardião

A novela "O Sétimo Guardião" acabou e na Globo todos querem esquecer essa traumática novela. Vire e mexe se ouve uma comparação nos bastidores da emissora com "A Dona do Pedaço". O clima por lá é outro agora.

Frutos colhidos

Porém, ao menos para uma pessoa, "O Sétimo Guardião" conseguiu ter um resultado positivo. Um dos alunos de Aguinaldo Silva que participou da polêmica Masterclass em 2015, conseguiu ser contratado pela Globo.

Trata-se do roteirista Peterson Klug. Ele está no setor que escreve formatos criativos de merchans nas novelas da emissora. Pra quem não lembra, "O Sétimo Guardião" enfrentou todo aquele rolo em torno da coautoria da sinopse e do primeiro capítulo.

Por enquanto é só, pessoal....

A coluna encerra este domingo estranhando a declaração da Angélica sobre seu novo programa na Globo, que ela classificou como "autoral ",  em 2020.

Até a última semana, por lá, esse novo projeto ainda não chegou. A suspeita é que  ele possa ter ido de táxi, ou devidos aos novos tempos, pegou um carro por aplicativo. O trânsito no Rio anda tão complicado.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!