"A Hora da Venenosa" é a única atração da Record TV que bate a Globo, com baixo custo

Divulgação/Record TV

Publicado em 22/05/2018 às 09:34:19

Por: Sandro Nascimento

A atração da Record TV que mais ameaça a liderança da Globo não foi comprado em nenhuma feira de Cannes e nem possui um cenário milionário.

O quadro "A Hora da Venenosa" com Fabíola Reipert, exibido dentro do "Balanço Geral SP", se tornou o maior case de sucesso na grade da Record TV desde 2015, e na mesma proporção, a maior dor de cabeça para os executivos da Globo.

Na última sexta-feira (18), no confronto direto com o "Vídeo Show", o quadro sobre celebridades atingiu a liderança com média de 10 pontos, contra 9 do programa global. Esse resultado a favor da "Venenosa" se repetiu durante toda a semana entre os dias 14 e 18 de maio.

Dividindo a apresentação com Ronaldo Gottino e Renato Lombardi, Fabíola Reipert consegue ser líder com um custo baixo: o vitorioso quadro conta com apenas uma produtora.

Atualmente, a faixa onde é exibida "A Hora da Venenosa" é a única na programação da Record TV que atinge a liderança. Fato curioso dentro de um canal que possui em seu catálogo os milionários "Dancing Brasil", "Power Couple", "Apocalipse" e "Batalha dos Confeiteiros".

Os números da atração já forçaram inúmeros mudanças no "Video Show", passando pelo modelo exibido aos apresentadores. Porém, nenhuma alteração surtiu efeito eficaz na guerra pela audiência nas tardes da TV. O sucesso teve outras consequências nos concorrentes, quando o SBT criou seu derivado da "Venenosa", o "Fofocalizando" .

Mas o êxito do quadro acontece justamente num horário onde a Record TV exibiu entre a década de 70 e 90 um outro programa semelhante no formato, de custo e repercussão, o "Record em Notícias", conhecido como "Jornal da Tosse", apelido do programa devido aos convidados sempre de idade mais avançada.

A atração era apresentada por Hélio Ansaldo e foi inserido na programação da Record TV por um acaso. Sem dinheiro para pagar o salário de Ansaldo, Paulo Machado de Carvalho, dono da estação na época, propôs a ele criar um programa para quitar sua dívida. Com o sucesso na audiência, "Record em Notícias" ficou por 23 anos no ar.

Como "A Hora da Venenosa", o "Jornal da Tosse" comentava as principais notícias do dia numa bancada, tudo de forma simples.

Exemplos como "Venenosa" e "Record em Notícias" demonstram que o público não se importa com um cenário milionário ou os mirabolantes formatos de realities internacionais, no final, o que conta é o carisma, a identificação. Fabíola Reipert soube aproveitar a chance e a Record TV, hoje, só colhe os frutos.

O jornalista Sandro Nascimento assina colunas e reportagens exclusivas no NaTelinha. Também é correspondente da agência de notícias ZOOMINTV. Twitter: @SandroNascimm / E-mail: sandro@natelinha.com.br



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade