Sem "Os Dez Mandamentos", "Segundo Sol" pode ser a redenção de João Emanuel após "A Regra do Jogo"

Foto: TV Globo/Paulo Belotte

Publicado em 14/05/2018 às 06:00:10

Por: Sandro Nascimento

Em meio a toda controvérsia em torno da ausência de negros no elenco de uma novela ambientada na Bahia, a Globo estreia nesta segunda-feira (14), seu novo investimento para a faixa das 21h, "Segundo Sol".

O novo folhetim de João Emanuel Carneiro terá três árduas missões: manter os incríveis índices de "O Outro Lado do Paraíso", ser a redenção do autor após o fracasso de audiência de "A Regra do Jogo" e atender a expectativa sempre gerada em torno da icônica "Avenida Brasil", sua história de maior êxito na dramaturgia e que possui o título de campeã de audiência da Globo nos últimos seis anos.

A seu favor, na busca de atender os dois primeiros desafios mencionados, está o cenário atual da grade da Globo.

Em agosto de 2015, "A Regra do Jogo" entrou no ar sendo antecedida pela problemática "Babilônia". O folhetim de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga alcançou 25 pontos, a pior média de uma novela das nove na história da emissora. O fiasco forçou a Globo a decidir cortar diversos capítulos e manter por apenas cinco meses a produção no ar.

Sendo a primeira trama de João Emanuel após a badalada "Avenida Brasil", "A Regra do Jogo" virou a maior aposta da Globo no sentido de reverter a queda de audiência em seu principal horário na programação.

Mas além de pegar o horário em baixa, enfrentou a saga de Moisés na libertação do povo Hebreu e a abertura do Mar Vermelho na bíblica "Os Dez Mandamentos", da Record TV.

Ou seja, "A Regra do Jogo" entrou no ar concorrendo com a novela de Vivian de Oliveira, que hoje é considerada um dos maiores fenômenos da dramaturgia fora dos Estúdios Globo.

Além da concorrência, o folhetim de João Emanuel Carneiro enfrentou problemas internos na costura da trama e precisou de diversas alterações, desconfigurando sua proposta inicial. O resultado foi uma pífia média de 28,5 pontos, apenas três pontos a mais que "Babilônia".

Porém, hoje, "Segundo Sol" entra no ar num cenário confortável, pega o horário das 21h em alta devido ser antecedida de dois grandes sucessos: " A Força do Querer" e " O Outro Lado do Paraíso".

Na concorrência, o quadro se inverteu. "Apocalipse" teve um início sofrido e depois até melhorou, mas atualmente disputa nos décimos o segundo lugar com a infantil "Carinha de Anjo", do SBT.

Com todo esses pontos a favor, dependerá apenas do enredo contado por João Emanuel Carneiro para conquistar o público e transformar "Segundo Sol" em sua redenção. Nunca terá uma nova "Avenida Brasil", mas sempre gera uma expectativa em torno disso. O carro está pronto, basta apenas ele acelerar.

O jornalista Sandro Nascimento assina colunas e reportagens exclusivas no NaTelinha. Também é correspondente da agência de notícias ZOOMINTV. Twitter: @SandroNascimm / E-mail: sandro@natelinha.com.br



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade