Sandro Nascimento
Reportar erro
Exclusivo

Pesquisa revela os melhores e os piores apresentadores de TV nas redes sociais

listamelhoresepioresdasredessociais_64c848c4b5e9769de23f0afe28f3ce6f20764a10.jpeg
Fotos: Divulgação / Montagem: NaTelinha
Sandro Nascimento

Publicado em 15/10/2017 às 07:00:00

A busca pela segunda tela. A nova alternativa de aproximação dos apresentadores de TV com seu público, de forma efetiva, são as redes sociais, em particular o Instagram atualmente, que dentre todas foi a que mais cresceu nos últimos meses, segundo dados divulgados pela empresa no primeiro quadrimestre do ano.

De acordo com esses números, são mais de 700 milhões de pessoas ativas em todo mundo, acessando e compartilhando conteúdos na rede social que foi criada em 2010 e adquirida pelo Facebook em 2012.

A coluna teve acesso com exclusividade a um levantamento feito pela empresa de marketing de influenciadores Tubelab, sobre os melhores perfis do Instagram de apresentadores brasileiros, que sabem se comunicar com seus seguidores, e que por consequência, conseguem atingir um maior número de engajamento, ou seja, comentários, curtidas e compartilhamentos.

Por outro lado, mesmo estudo indica os apresentadores que se comunicam mal na rede, possuem baixo engajamento, mas detêm uma grande capacidade na rede social.

Pesquisa revela os melhores e os piores apresentadores de TV nas redes sociais

Esse levantamento é importante para o mercado publicitário, porque sinaliza quais perfis podem incluir como opções, no momento em que definem estratégias nas redes sociais com seus clientes. Isso faz parte de um novo nicho que cresce entre as grandes agências no Brasil e no mundo, o marketing de influência.

Para o apresentador, além de criar um novo canal de comunicação com seu público, abre a possibilidade de aumentar seu faturamento além do contrato com as emissoras de TV.

A Tubelab possui em seu elenco cerca de 50 personalidades vips de internet e trabalhos com grandes empresas como Calvin Klein, Fox Filmes, Cinépolis, Coca-Cola, Ministério da Saúde e a Movida.

Análise de engajamento

O levantamento se baseia na média de audiência dos programas na TV versus o número de seguidores do apresentador e o número de engajamento online.

"Os apresentadores que não se comunicam bem na internet tentam fazer a mesma linguagem que tem com o público de TV. O discurso é algo como 'Hoje estou aqui e vou contar sobre tal coisa'. E no digital, as pessoas querem ver bastidores, família, rotina, intimidade, particularidades, o dia-a-dia mesmo. Um segundo erro na transição é não se aproximar do público da internet. O Celso Portiolli gravou coisas com pessoas como o Whindersson Nunes e, por causa disso, decolou. Muitos chegam com aquela estofa, dizendo que são os bons e não se aproximam dos mais jovens", explica Danilo Strano, diretor de planejamento da TubeLab, sobre as dificuldades que alguns apresentadores sofrem quando realizam a transição da TV para internet.

Pesquisa revela os melhores e os piores apresentadores de TV nas redes sociais

Segundo o estudo, a lista dos seis melhores apresentadores, não rankeada, que se comunicam de forma eficaz no Instagram são:

- Luciano Huck - Globo (12,3 milhões de seguidores)
- Rodrigo Faro - Record TV (10,4 milhões de seguidores)
- Fábio Porchat - Record TV (3,9 milhões de seguidores)
- Danilo Gentili - SBT (4,5 milhões de seguidores)
- Marcos Mion - Record TV (7,8 milhões de seguidores)
- Celso Portiolli - SBT (4,5 milhões de seguidores)

Por outro lado, a mesma pesquisa indica 12 perfis, não rankeada, de apresentadores que se comunicam mal na internet, mas possuem um grande potencial de engajamento no Instagram:

- Faustão - Globo (Sem perfil oficial)
- Gugu - Record TV
- Celso Zucatelli - RedeTV!
- Geraldo Luís - Record TV
- João Kleber - RedeTV!
- Pedro Bial - Globo
- Datena - Band
- Serginho Groisman - Globo
- Zeca Camargo - Globo
- Otávio Mesquita - SBT
- Edu Guedes - RedeTV!
- Ronnie Von - Gazeta

Uma comprovação de força de Fausto Silva na web, embora ela não tenha perfil oficial na rede, foi a reportagem exibida no último domingo (8) no programa "Pânico na Band".

Pesquisa revela os melhores e os piores apresentadores de TV nas redes sociais

Como brincadeira, os humoristas da atração criaram um perfil falso do apresentador da Globo no Instagram, o "faustaoreal". Com apenas duas fotos, em pouco tempo, Fausto Silva atingiu mais de 100 mil seguidores.

Na busca pela divulgação da sua carreira, a realidade para quem trabalha em frente às câmeras mudou nos últimos anos. Não basta contratar um bom assessor de imprensa, agora o artista precisa ter em sua equipe um estrategista de conteúdo para redes sociais.

Com tudo isso, os novos tempos chegaram. As despretensiosas selfies viraram um novo negócio que nenhum artista pode se dar ao luxo de ignorar.

Mais Notícias