Reportar erro
Colunas

Adélia desmente proposta da Record e comenta cachê de R$ 5 mil da Sexy

Ex-BBB fala sobre tentativa de rescindir contrato com a Globo e revela que terá um programa sobre direitos do consumidor no YouTube

adeliabbb-1802.jpg
Divulgação/TV Globo
Sandro Nascimento

Publicado em 19/04/2016 às 14:00:30

Adélia já decidiu o que vai fazer depois de participar da edição deste ano do "Big Brother Brasil". A morena vai criar um canal no YouTube para falar dos direitos do consumidor.

"Agora, se tivesse isso na TV seria maravilhoso. Tanto para mim quanto para a população", diz a advogada.

Nesta entrevista exclusiva, a ex-BBB fala sobre a tentativa de rescindir seu contrato com a Globo e o polêmico cachê de 5 mil reais oferecido pela revista Sexy. Confira:

De tudo que já viu fora da casa, como você faz a leitura do "BBB" agora?

Adélia -
É bem diferente a visão de quem está lá dentro da visão de quem assiste. Se alguém quiser entrar lá e ganhar o jogo, de repente é interessante criar um personagem polêmico, entrar pra causar. Não se preocupe com princípios, com moral, com nada.  Pra quem está lá dentro não é legal conviver com um vilão de novela, mas pra quem assiste é interessante.  

Você mudaria seu comportamento?

Adélia -
Eu não mudaria. Quem não gostaria de um R$ 1,5 milhão? Mas eu não conseguiria me transmutar tanto, só se eu fosse daquele jeito.

Você está curtindo esse momento de ser conhecida?

Adélia -
Eu estou curtindo muito. Eu sei que essa fama de ex-BBB não dura muito. Então, não dispenso uma foto ou um abraço. Tudo isso vai passar e estou achando muito bacana.

O formato do seu bumbum é resultado de um procedimento estético. Tem medo do que aconteceu com Andressa Urach possa acontecer com você?

Adélia -
Eu tenho esse cuidado. A Andressa usou hidrogel. Eu não, o meu é prótese de silicone, igual dos seios, só que no bumbum. O valor é cinco ou seis vezes mais caro, mas eu tinha realmente medo. Antes de fazer, eu pesquisei bastante e comecei a ler os comentários sobre o hidrogel. Eu sempre verifico se o médico faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas. Eu tomei todos os cuidados.

É verdade que você realmente recebeu uma proposta da Record para fazer um quadro sobre os direitos do consumidor e por isso tentou reincidir seu contrato com a Globo?

Adélia -
Isso é boato. Eu não recebi proposta da Record. Mas realmente eu solicitei a rescisão de contrato com a Globo com isenção de multa, independente de ter outra emissora me contratando. De qualquer forma, a Globo não aceitou essa rescisão, só mediante ao pagamento da multa de um milhão e meio de reais. Eu continuo contratada pela emissora por seis meses. Mas qualquer proposta, seja na Globo ou de qualquer emissora que for para trabalhar essa parte dos direitos do consumidor, eu acho esplêndido. Vou criar um canal no YouTube para falar dos direitos do consumidor. Agora, se tivesse isso na TV seria maravilhoso. Tanto para mim quanto para a população.

Mas por que você pediu rescisão com a Globo?

Adélia -
Eu não estou fazendo nada na Globo. Então para que eu vou manter um contrato, sendo que eu não estou sendo utilizada? Então não queria ficar numa geladeira e achei interessante ficar livre.

Como estão as negociações para a Sexy?

Adélia -
Existia uma negociação entre meu representante e a Sexy. Eu mesma nunca falei com a revista. De qualquer forma eu sempre deixei claro que não ia sair pelada apenas por sair e dar mídia. Eu quero receber, não dá pra ser uma proposta de 5 mil reais. Interesse eu tenho, a revista também, mas houve um impasse na questão do valor.

Leia a coluna na íntegra

TAGS:
Mais Notícias