Reportar erro
Colunas

NT Internacional: Ex-participantes processam o reality "American Idol"

E mais: Fox e Cartoon Network trocam farpas

494acda3e2b7d1dd8a5e1e11a4f17f0f.jpg
Corey Clark, um dos ex-candidatos do "American Idol" envolvidos no processo, é conhecido por dizer já ter se envolvido com a jurada Paula Abdul
Redação NT

Publicado em 29/07/2013 às 15:32:58

Dez ex-participantes do programa "American Idol" estão procesando a produção da atração e a Fremantle, proprietária do formato, em cerca de 25 milhões de dólares cada um. Segundo o site TMZ, a alegação é de que os candidatos, espalhados em cerca de dez temporadas do programa, foram afastados ou eliminados da competição musical por racismo.

A questão levantada pelo advogado dos calouros nos documentos que compõem o processo diz respeito ao fato de que o "Idol" apenas repreenderia candidatos negros sobre seus antecedentes criminais, juízo de valor este que lesou a imagem deles, os apresentando publicamente como "criminosos violentos, mentirosos e maníacos sexuais" sem opção de defesa.

De fato, três dos ex-candidatos - da segunda, terceira e nona temporadas - foram afastados da competição mesmo após anunciados como semifinalistas, em razão de questões contratuais que acarretaram na sua desclassificação. Em dois dos casos, problemas prévios com a lei, tomados públicos, impediram a permanência deles na competição.

A Fox, emissora norte-americana que produz o "American Idol", e a Fremantle não comentaram o caso.

Tradição I

A NBC não planeja aposentar o apresentador Jay Leno após sua despedida do talk-show "The Tonight Show" em 2014. O executivo Bob Greenblatt declarou que "nada nos deixaria mais felizes que Jay, como Bob Hope, mantenha presença no canal, e vamos definitivamente buscar isso após fevereiro". O Bob Hope citado como exemplo por Greenblatt é um apresentador lendário norte-americano que ancorou diversos shows e especiais de TV na emissora, mantendo um prolífico contrato de 60 anos com o canal desde os anos 1930, quando a NBC ainda existia apenas na forma de emissora de rádio.
 


Após apresentar o programa "The Tonight Show" entre os anos de 1992 e 2009, Leno retornou ao comando em 2010. Sua despedida se dará em fevereiro já com um substituto escalado, o comediante Jimmy Fallon - que assumirá a apresentação de uma das mais tradicionais atrações da TV americana, no ano em que ela completa sessenta anos de exibição.

Tradição II

Baixas também haverão na transição de outro programa tradicional da NBC, o humorístico "Saturday Night Live". Jason Sudeikis, Fred Armisen e Bill Hader sairão do elenco do programa, juntamente de Seth Meyers (que substituirá Jimmy Fallon no comando do talk-show que ele apresenta atualmente, o "Late Show"). Depois da saída de Kristen Wiig no ano passado, são cinco baixas seguidas - ao que Greenblatt declarou não estar preocupado, já que a mudança de quadro do programa é natural.

Retorno mórbido

"Criminal Justice", projeto que marcaria o retorno de James Gandolfini às séries de TV do canal HBO anos após a sua consagração com "Família Soprano", entrou em um impasse após a repentina morte do ator em junho.

Gandolfini, que seria personagem central na história como um advogado de porta de cadeia, deixou completa sua participação no episódio piloto da série, mas a inviabilidade de seu retorno torna, nas palavras do produtor Michael Lombardo, "inimaginável" a veiculação do piloto com o ator e os episódios regulares seguintes sem ele.

O caso ainda está em estudo, já que a presença de Gandolfini era o cartão-de-visitas da nova série. Mas a saída mais provável é que as cenas com o ator sejam refilmadas.

Barraco I

Uma troca de farpas entre a Fox e o Cartoon Network gringos se deu no ar no último sábado (27). Tudo porque a Fox estreou nas suas noites um bloco de desenhos animados adultos, o "Animation Domination High-Def", competindo diretamente com o conhecido bloco "Adult Swim" do canal de animações.

Chamadas sarcásticas foram ao ar durante a programação do "Adult Swim" citando abertamente o bloco concorrente. E em resposta a frases de efeito como "qualquer semelhança com emissoras vivas ou mortas é mera coincidência" e "grande coisa... estamos indo para casa agora", a página do Twitter do programa da Fox agradeceu a "divulgação gratuita": "Thank you for your Money".


Barraco II

Nathan Fillion, protagonista da série "Castle", tirou um dia de gravações da série para protestar contra a dificuldade de renovação de seu contrato com a ABC, produtora do procedural em sua sexta temporada.

Fillion não compareceu a um dia de gravações programado. Ao que indica, tal ato é uma resposta a emissora, que se nega a diminuir a carga de trabalho semanal do ator - ele se dedica integralmente ao papel do escritor e detetive Richard Castle desde 2009, o que lhe impede de aceitar trabalhos no cinema, por exemplo.

O fato de "Castle" ser atualmente a série de maior audiência da ABC é um dos pontos a favor para a busca de valorização do passe do ator, que contracena com a atriz Stana Katic, intérprete da detetive Kate Backett. Em maio, a produção foi renovada para a sua sexta temporada.
 

Pesquisador e produtor de projetos para televisão e cinema, Fábio Mendes traz para o NaTelinha as novidades e destaques das programações televisivas pelo mundo. Fale com ele pelo twitter: @fabio_menDS

 

Mais Notícias