Berlinda diferente

A Fazenda 2020: Marcos Mion anuncia mudança na formação da roça

Apresentador contou as novidades para esta semana no reality

 A Fazenda 2020: Marcos Mion anuncia mudança na formação da roça
Marcos Mion anunciou mudanças na formação de roça de A Fazenda 2020. Foto: Divulgação

Redação NT

Publicado em 01/12 às 19:20:38

Marcos Mion anunciou mudanças importantes na formação da roça de A Fazenda 2020 desta terça-feira (1º). Na reta final do programa, muitas surpresas vão acontecer a cada semana para movimentar o jogo e mexer com os neurônios dos peões restantes. Na dinâmica de hoje, após a indicação do fazendeiro Mateus Carrieri, todos os peões vão votar nos moradores da baia, ao invés do normal, que tem a sede como alvo.

continua depois da publicidade

Quem for o mais votado da baia senta no segundo banquinho da roça. Já o terceiro roceiro será puxado das opções da sede, ao contrário do que eles já estão acostumados.

"A gente vai pegar a peãozada no susto de novo. A gente está aqui pra isso. Afinal de contas, a essa altura do jogo, eles acham que já entenderam tudo, acham que a formação da roça é sempre assim", disse Mion.

"Vamos dar uma invertida na formação da roça para eles ficarem espertos, para não se acostumarem, não ficarem sossegados. Reta final de jogo tem que ser emoção o tempo inteiro", contou o apresentador.

continua depois da publicidade

Quarto roceiro da berlinda de A Fazenda 2020

Já o quarto roceiro se dará através da chama vermelha. O poder desta semana que o pessoal de casa escolheu por votação, através do Tik Tok, foi a opção A: O dono do poder será o quarto roceiro. Se já estiver na roça, vai escolher o quarto roceiro.

O dono do lampião da semana, Mariano, terá de ser estratégico em dar a chama vermelha para alguém, já que poderá prejudicar a pessoa, a mandando para a roça, ou fazer do poder um benefício de indicar o roceiro faltante.

continua depois da publicidade

Já o poder da chama verde apenas a produção e direção do reality sabem e é revelado para o público no momento da leitura da chama, ou, como tem feito Mion nas últimas semanas, minutos antes da decisão da revelação do poder.