Atentados de 11 de setembro não interromperam "Dragon Ball Z" na Globo

"Memórias da Telinha" fala sobre a lenda que percorre a internet desde 2001 entre os fãs do anime

Atentado chocou o mundo e continua sendo lembrado, mesmo se passando 14 anos

Publicado em 11/09/2015 às 12:22:49 , atualizado em 11/09/2017 às 18:33:35

Por: Redação NT

 

11 de setembro de 2001: o mundo lembra dessa data com tristeza e comoção. Foi quando ocorreu o atentado terrorista contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, nos Estados Unidos.

Todo ano, os americanos lembram deste dia com homenagens aos mortos do maior atentado a uma nação do ocidente da história. Na época, o mundo olhou perplexo o que acontecia em frente à TV, e dias depois, ficava ainda mais barbarizado quando entendia o que motivou e quem planejou o acontecido. No entanto, em todos os dias 11 de setembro, uma lenda toma as discussões na internet e nas redes sociais.

Para noticiar o que acontecia naquele fatídico dia, a Globo entrou com um plantão com Carlos Nascimento, que durou cerca de cinco horas no ar. E o que teria sido interrompido na grade gera muita controvérsia até hoje: um episódio de "Dragon Ball Z", onde o protagonista Goku atingia o estágio mais alto de transformação de Super Sayajin, o nível 3 - um dos episódios mais esperados da série.


O que aconteceu realmente naquela manhã é uma das maiores lendas da internet. E tentando desmistificar tudo isso, o NaTelinha foi pesquisar arquivos de jornais conceituados da época, como Folha de S.Paulo, e em sites de memória televisiva, como o TV Pesquisa da PUC do Rio de Janeiro. Agora, tentaremos fazer uma linha do tempo que prove, de uma vez por todas, que "Dragon Ball Z" não foi interrompido na Globo. Ele sequer foi exibido naquele dia.

De acordo com a programação da Globo divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo naquele dia, o programa "Bambuluá com Angélica" começou às 09h30, logo após o "Mais Você". Na época, a "TV Globinho" era apenas um quadro dentro do programa da loira, e começava a ir ao ar por volta das 10h30, mas exibia desenhos menores, com o "Bambuluá" ficando com os blockbusters. Normalmente, a atração começava com esquetes próprias, como os heróis "Cavaleiros do Futuro", a partir das 09h45.


publicidade

Segundo consta-se no TV Pesquisa, a Globo deu seu primeiro plantão, com Carlos Nascimento, às 09h45. Ele só informou, rapidamente, que um avião havia se chocado com o WTC, ficou cerca de quatro a cinco minutos no ar e depois voltou a programação normal. No entanto, por volta de 10h, pouco antes do segundo avião se chocar, toda a programação foi interrompida, e o "Bambuluá" foi cancelado - consequentemente a "TV Globinho" também. Neste momento, certamente uma esquete do programa de Angélica estava sendo exibido, como o "Cavaleiros do Futuro".

Chegando lá: arquivo de 23 de julho de 2001 do Jornal do Brasil, encontrado no TV Pesquisa da PUC-RJ, mostra que este foi o dia da estreia de "Dragon Ball Z" na Globo, após dois anos de sucesso nas tardes na Band. No documento, diz que "como principal atração do Bambuluá para vencer os seus fortes concorrentes infantis de SBT e Record, a Globo colocará 'Dragon Ball' no ar às 11h30, completando o trio de atrações com os também queridos pelas crianças 'Digimon' e 'Power Rangers'".

Ou seja, "Dragon Ball Z" era exibido por volta das 11h30, logo após "Digimon 2" e "Power Rangers na Galáxia Perdida", que também haviam estreado em julho, como novidades para as férias escolares no "Bambuluá". Então, "Dragon Ball Z" não teria como ser interrompido, porque ele era exibido mais tarde, entregando a audiência alta para os jornais locais.

Por fim: a Globo começou a exibir "Dragon Ball Z" a partir do episódio 200 - quando iniciava a saga de Majim Boo -, e a transformação em Super Sayajim 3 acontece no episódio de número 245. No entanto, o anime ia ao ar de segunda a sexta, não aos sábados. A diferença de 23 de julho para 11 de setembro, sem retirar os sábados, faria mesmo aquele episódio ser exibido em tal fatídico dia. Mas não é o caso: seguindo a cronologia correta, "Dragon Ball Z" teria o episódio de número 237 mostrado naquele dia, intitulado "Vegeta luta por seus entes queridos".

Desmistificando: "Dragon Ball Z" não foi interrompido pelo plantão de 11 de setembro de 2001, porque ele sequer chegou a ir ao ar. Além disso, o episódio de transformação de Super Sayajim 3 só iria mais à frente na cronologia correta da exibição da Globo, que mostrou a série na íntegra. Toda a história contada sobre o plantão da Globo de lá pra cá não passa de mais uma das inúmeras lendas que a internet acabou tornando verdade absoluta.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade