As falsas memórias no 11 de setembro sobre a interrupção de "Dragon Ball Z"

Coluna traz à tona novamente a polêmica em torno do plantão global

Publicado em 11/09/2017 às 15:30:08 , atualizado em 11/09/2017 às 15:44:50

Por: Thiago Forato

Há 16 anos, ocorria um dos atentados terroristas mais chocantes da história. Foi quando dois aviões se jogaram contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

O 11 de setembro também deu início a uma das maiores lendas na internet brasileira, a de que um episódio de "Dragon Ball Z" em que Goku se transformava em Super Sayajin 3 foi interrompido pelo plantão da Globo.

Há dois anos, uma reportagem de grande repercussão do NaTelinha desmistificou, com dados e provas, que isso não aconteceu. O assunto continua rendendo, e tem gente que jura que viu Goku, no auge de seu poder, ser cortado bruscamente. Novamente: não é verdade.

Alguns vídeos no YouTube, no entanto, ajudam a disseminar a mentira, gerando o famoso "efeito Mandela", uma teoria que se baseia em grupo de pessoas que tem memórias alternativas semelhantes sobre eventos passados.

As pessoas que têm essas memórias afirmam categoricamente que suas experiências foram verdadeiras, mas que não aconteceram realmente. Elas não estão mentindo, apenas acreditam em uma lembrança que viveram, mas que não ocorreu.

Uma dessas falsas memórias coletivas ainda é Goku ter sido cortado pela Globo para que o plantão, dado por Carlos Nascimento na época, fosse feito. Mas, repetimos: isso é uma mentira que se tornou verdade, ou que tentou se tornar.

Reiteramos que "Dragon Ball Z" sequer foi transmitido naquele 11 de setembro. O primeiro plantão com Nascimento foi dado às 9h45, com duração de aproximadamente cinco minutos. Por volta das 10h, um novo foi dado, pouco antes do segundo avião se chocar. O programa que foi cancelado foi "Bambuluá", de Angélica. E por consequência, a "TV Globinho".

Com o segundo plantão sendo dado às 10h, seria impossível "Dragon Ball Z" ter sido interrompido, porque ele só ia ao ar às 11h30. E outra, a animação estreou em 23 de julho daquele ano na emissora, então nem a cronologia bate para que Goku virasse  Super Sayajin 3 em 11 de setembro.

Não adianta bater o pé, jurar que viu, porque não viu. Afinal, isso não aconteceu. Apenas uma falsa memória coletiva tomou conta da web e ganhou cada vez mais adeptos.

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há 12 anos e assina a coluna Enfoque NT há seis, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele: thiagoforato@natelinha.com.br  |  Twitter: @tforatto



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade