Reportar erro
Ari Peixoto

Ex-repórter da Globo revela mágoa: Fui demitido em cinco minutos

Ari Peixoto trabalhou na emissora carioca por mais de 30 anos

Ari Peixoto, de camisa social branca, emocionado com o microfone na mão
Ari Peixoto já foi correspondente internacional na Argentina e em Israel - Reprodução/TV Globo
Redação NT

Publicado em 17/12/2021 às 17:16:00

Nesta sexta-feira (17), Ari Peixoto, repórter demitido da Globo em outubro, após mais de 30 anos de emissora, revelou alguns detalhes de seu desligamento ao programa Cidinha Livre, da Rádio Tupi no Rio de Janeiro. Durante a entrevista, o jornalista explicou que já previa sua saída da emissora, mas achava que o processo seria diferente pelo tempo de casa que tinha. "Eu fui correspondente internacional para a América Latina, em Buenos Aires, fui correspondente do Oriente Médio, em Jerusalém, eu fiz história. Eu fiz a Primavera Árabe, no Egito, eu trabalhei feito um cão. Na pandemia, eu trabalhei de casa, fiquei ralando ali, fazendo matéria para os jornais de casa, os jornais de rede", contou.

"Então, você glamuriza esse momento de saída. Você acha que o cara vai ter a consideração, o respeito de dizer ali 'se prepara que você vai sair'", disse, comparando sua situação com a de jogadores de futebol, que sabem que têm que parar, mas continuam até o momento em que alguém chega e pede para que eles deem um tempo.

"Eu cheguei para trabalhar um belo dia, o diretor me chamou e em cinco minutos eu estava demitido. Ele chegou, me pediu pra sentar e disse 'olha, Ari, tenho uma notícia pra te dar. A Globo está te desligando", revelou, lembrando do dia em que foi pego de surpresa.

Confira um trecho da entrevista:

Repórter demitido da Globo agradece apoio em publicação no Instagram

Após a notícia de sua demissão da Globo vir a público, o repórter Ari Peixoto agradeceu o o carinho que recebeu nas redes sociais. "Depois de tantas mensagens de apoio, incentivo e solidariedade eu não poderia agir de outra maneira. Estou aqui para agradecer, agradecer e agradecer. Carinho na veia, na dose certa e no momento exato, o suficiente para perceber que fiz a escolha certa na vida e me cerquei e atraí pessoas do bem, do lado certo da força", escreveu, no início do texto.

"Fiz e vou continuar fazendo aquilo que pra mim é fundamental: ser honesto, vibrante, e leal. Obrigado a vocês, amigos, conhecidos e anônimos que nunca vi, mas que me emprestam uma força inestimável neste momento", prometeu na publicação, que também contava com duas fotos do jornalista, uma no início da carreira e uma nos dias atuais.

"Toda separação é dolorosa, como um corte na pele, mas com vocês vai cicatrizar rapidamente…E acreditem em mim, eu sou Repórter com energia para os desafios e novas caminhadas. Fiquem bem", finalizou.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias