Reportar erro
Vai começar!

Globo e BandSports preparam megacobertura das Olimpíadas; veja como será

Olimpíadas 2020: Jogos acontecem entre 23 de julho e 8 de agosto

Logo de Tóquio 2020
Tóquio 2020: Jogos vão começar - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 22/07/2021 às 04:45:24,
atualizado em 22/07/2021 às 10:53:56

O Grupo Globo e BandSports, detentores dos direitos das Olimpíadas 2020, que vai acontecer em Tóquio a partir desta sexta-feira (23), vem preparando uma super cobertura para os próximos 19 dias de disputa. A promessa é que nada passe despercebido para o público brasileiro, que vai reviver os jogos em horários "diferentes" como na Copa do Mundo de 2002, que ocorreu na Coréia do Sul e Japão.

A Globo terá uma equipe de cerca de 500 pessoas, sendo 53 só na Terra do Sol Nascente, entre repórteres, cinegrafistas e produtores. O conglomerado se gaba de ter formado o maior time de comentarista já montado para uma cobertura olímpica, sendo 100 nomes de 50 diferentes modalidades. Serão mais de 200 horas de transmissões.

Dentre os nomes estão Serginho, Thaísa, Sheilla e Fabiana Claudino, do vôlei; Janeth, do basquete; Cristiane, do futebol; Bob Burnquist, do skate; Cesar Cielo, Thiago Pereira e Joanna Maranhão, na natação; Emanuel e Talita, no vôlei de praia; Popó, do boxe; Miguel Pupo e Alejo Muniz, do surfe; e Jade Barbosa e Diego Hypólito, da ginástica artística. Além de comentaristas que já fazem parte do casting, como Gustavo Borges, Tande, Carlão, Marcelinho e Flavio Canto. Outra novidade é o técnico Bernardinho que, ao lado de Marcelo Barreto, estará no comando do Ohayo Tóquio, no SporTV.

Galvão Bueno é quem vai comandar a abertura a partir das 8h nesta sexta e vai inaugurar o estúdio olímpico, cuja arquitetura foi inspirada na japonesa. Os repórteres Marcos Uchôa, Fabi, Flávio Canto e Daiane dos Santos estarão presentes. Já no SporTV, será a vez de Luiz Carlos Jr. e Marcelo Barreto com participação dos medalhistas Nalbert, Hortência e o correspondente Carlos Gil.

A estrutura da Globo para as Olimpíadas 2020

Globo e BandSports preparam megacobertura das Olimpíadas; veja como será

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o estúdio na Baía de Tóquio acabou indo parar no Rio de Janeiro, mas contará com uma tecnologia de ponta. Câmeras instaladas no alto de um prédio da capital japonesa serão responsáveis por transmitir imagens ao vivo da sede olímpica para os 80 metros quadrados de telões de LED do estúdio, numa amplitude de 270º.

Com os jogos olímpicos, a Globo mudou sua programação a partir de Império. Depois da novela, até o outro dia pela manhã, a emissora promete mostrar o que há de melhor no Japão. Com isso, o Mais Você estará de férias, bem como as sessões de filmes e o Conversa com Bial. Os telejornais serão adequados. A programação sofrerá adaptações até o Encontro.

O SporTV abriu seu quarto canal e promete mais de 840 horas ao vivo. O Ohayo Tóquio, que significa Bom Dia, Tóquio, estreia amanhã e vai ao ar das 18h às 20h, marcando o início das transmissões.

BandSports também vem forte com as Olimpíadas

imagem-texto

Exceção à Globo, o BandSports estará na TV por assinatura com seu sinal aberto. E uma cobertura como jamais vista: serão 24 horas por dia falando de Jogos Olímpicos, sendo metade de transmissões. O grupo mandou 20 profissionais ao Japão.

Dentre os destaques estão Elia Júnior, Glenda Kozlowski e Álvaro José. Mas o BandSports envolverá outros 150 profissionais na cobertura.

Diferentemente do SporTV, o BandSports terá apenas um canal para exibir tudo o que acontece no Japão. Outros nomes aproveitados serão o de Cris Dias, recém-contratada, e Sérgio Maurício, que comanda a Fórmula 1 na TV aberta. As gêmeas Bia e Branca Feres também marcarão presença para realizar uma cobertura mais bem-humorada.

Durante os próximos 19 dias, o sinal do BandSports estará aberto para os assinantes das principais operadoras de TV como Net/Claro, Vivo e Sky.

TAGS:
Mais Notícias