Reportar erro
Exclusivo

Grávida, Ticiana Villas Boas retorna à Band com Duelo de Mães: “Não tenho medo de trabalho”

Apresentadora está grávida de sete meses do seu terceiro filho

Grávida, Ticiana Villas Boas sorridente no estúdio do programa Duelo de Mães, que será exibido na Band em agosto
Ticiana Villas Boas apresenta o Duelo de Mães na Band - Divulgação/Band
Marcela Ribeiro, com Walter Felix

Publicado em 15/07/2021 às 04:45:00,
atualizado em 15/07/2021 às 10:12:06

Grávida de sete meses de uma menina, Ticiana Villas Boas voltou à Band para comandar o programa Duelo de Mães, uma competição de culinária com mães de famosos e conversou com o NaTelinha sobre seu retorno à emissora, maternidade e SBT. Mãe de Joesley e Joaquim, frutos do seu casamento com o empresário Joesley Batista, Ticiana falou sobre as novidades no novo formato do reality e como reagiu por não ter sido selecionada para apresentar o programa Vem Pra Cá, na emissora de Silvio Santos.

"[Reagi] Com tranquilidade! Acredito que tudo acontece na hora que tem que acontecer. Logo em seguida veio o convite maravilhoso da Band e que, com certeza, atende mais às minhas necessidades nesse momento, afinal, estou com uma bebê e outros dois também pequenos… Seria complicado conciliar com um programa diário", explicou. Ticiana chegou a gravar o piloto com Ivan Moré, mas Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano foram escalados para a função.

Ticiana diz que com o Duelo de Mães consegue criar uma rotina melhor para estar com os filhos. "Assim como cuidar de outras áreas da minha vida. A Band está me dando um respaldo enorme", aponta. O clima dos bastidores, segundo ela, é de um ambiente familiar, o que torna o programa leve e gostoso de se fazer.

"Gosto de trabalhar, faz parte da minha história e formação. Trabalho desde os meus 19 anos e, depois de quase quatro anos voltada só para família, tinha essa necessidade de voltar a investir no meu lado profissional. Juntou isso e o convite da Band, aí foi o match perfeito", comemorou.

terceira gestação está correndo bem, tanto é que ela quis gravar o programa grávida, mas ter uma filha mulher é uma preocupação de Ticiana por conta da sociedade machista em que vivemos. "Claro que trazer uma menina para o mundo sempre nos causa preocupação de como prepará-la para o mundo. Quero filhos independentes e quero que tanto os meninos quanto ela tenham os mesmos direitos e obrigações. Espero que até ela crescer o mundo tenha melhorado ao menos um pouco, porque atualmente o mundo, por muitas vezes, ignora a mulher, o que deve ser combatido", diz.

A rotina tem sido tão puxada que a mamãe ainda não teve tempo de aprontar o quartinho da filha, mesmo faltando menos de dois meses para sua chegada. "Não tem nem quartinho e nem roupinhas ainda, porque estou trabalhando muito. Além da TV, eu tenho a marca de móveis de design brasileiro, que acabou de completar um ano. Ainda tenho as atividades da minha produtora, a Kinok, que faz toda a produção do Duelo de Mães, a casa e os filhos", lista.

Trabalhar com o barrigão de grávida não é um problema para a apresentadora. "Não tenho medo de trabalho, então sei que no final tudo vai dar certo. Trabalhei até o último dia em todas as gravidezes e nessa ainda vou voltar antes, porque como o programa será fixo na grade, em novembro já volto para gravar episódios inéditos", concluiu.

Duelo de Mães tem previsão de estrear em agosto e virá recheado de novidades. Desta vez, não são só as mães que cozinham, mas os famosos também colocam a mão na massa. "E como muitas vezes eles não têm noção nenhuma de cozinha, ficam desesperados, o que acaba virando diversão para quem está assistindo. Outra novidade é que agora não somos mais de temporada, então todos os sábados, às 20h30, tanto em 2021, quanto em 2022, vamos ter Duelo de Mães", antecipa.

Ticiana Villas Boas diz que deixou a Band "de portas abertas"

O retorno à Band está "uma delícia", segundo ela. Ticiana começou sua carreira na TV em 2005 no canal, como jornalista e apresentadora, e saiu em 2015. "É uma casa que saí com as portas abertas e deixei muitos amigos. Quando recebi o convite, fui sincera e contei que estava grávida e eles super entenderam. Inclusive me deram a opção de começar depois de ter a bebê, mas eu queria começar logo. Gosto de trabalhar, gosto de estar produzindo e estava sentindo falta dessa rotina de gravações", conta.

O diferencial do Duelo de Mães em relação aos outros programas de culinária está no afeto, conta ela. "As receitas que as mães trazem são aquelas que vieram de gerações, que elas fazem para unir a família. A gente também procura trazer aquele ambiente de reunião na cozinha. Mesmo tendo a disputa, o que a gente preza é a descontração, a risada, o ambiente familiar… Tanto que agora até música a gente tem em alguns episódios", explica.

"Sei fazer pratos bem gostosos"

Grávida, Ticiana Villas Boas retorna à Band com Duelo de Mães: “Não tenho medo de trabalho”

O NaTelinha quis saber se para apresentar um programa como esse é preciso mandar bem na culinária. "Não cozinho no dia a dia, mas sei fazer pratos bem gostosos que meus filhos e meus amigos gostam. Gosto de fazer risoto e massa. Apesar de não cozinhar no dia a dia, quero criar uma memória afetiva nos meus filhos, ter esse carinho de mãe. Meu filho mais velho, por exemplo, diz que meu bolo de chocolate é o melhor do mundo", diz.

Ela acredita que os artistas e os jurados iriam aprovar seus pratos no programa. "E também de tanto que eu costumo lidar com o julgamento do chef e acompanho, acabo aprendendo e aprimorando mais as minhas técnicas. Já peguei várias dicas e quero colocar todas em prática. Voltei pra essa temporada do programa com muita vontade de cozinhar bem e me aperfeiçoar na cozinha."

Mesmo com a rotina puxada de milhares de mulheres no dia a dia, Ticiana diz que muitas se sentirão representadas no programa da Band, pois "a comida representa cuidado e carinho com o filho".

"Há muito empenho em tentar dar conta de todas as funções. Muitas mães trabalham fora e têm que dar conta da casa, dos filhos e ainda cuidar dessa parte da alimentação. Falo dessa vontade de dar conta de várias tarefas e ainda proporcionar um carinho especial, um cuidado e amor com o filho. Cozinha é um lugar que reúne a família. Hoje temos homens que cozinham muito bem também e muitos aprenderam com suas mães. Cozinhar é uma herança familiar", opina.



Mais Notícias