Reportar erro
Exclusivo

Amanda Françozo avalia carreira e fala sobre maternidade: "Um amor louco"

Ao NaTelinha, apresentadora faz balanço profissional e conta como tem sido a experiência na TV Aparecida

Amanda Françozo posa em sala
Amanda Françozo fala sobre carreira ao NaTelinha - Foto: Divulgação
Luana Benedito

Publicado em 06/06/2021 às 09:30:46

Com 23 anos de carreira, Amanda Françozo tem um currículo extenso na televisão brasileira, como apresentadora e repórter. Aos 41 anos, a paulista já passou por diversas emissoras, como SBT, Record, Gazeta, Rede TV! , Rede Brasil, e desde o ano passado, ela pode ser assistida na TV Aparecida, onde comanda o reality Revelações. Em entrevista ao NaTelinha, a jornalista faz um balanço profissional, conta como foi a chegada na casa dos 40 anos e fala como tem sido a maternidade de Vitória, de 1 ano e 9 meses.

“É um amor louco, é uma sensação muito gostosa”, afirma Amanda. A apresentadora também diz que não tem muitas regras sobre a maternidade. “Eu tento de uma forma mais leve. Eu acho que vou fazer de tudo para formá-la e educá-la como uma cidadã bacana, um ser humano como eu admire”, completa.

Na TV Aparecida desde o ano passado, a apresentadora garante que não percebeu grandes mudanças no trabalho de uma emissora religiosa. “A diferença, que eu sinto , é no tratamento.  Eu acho que as pessoas são mais gentis e prestativas”, justifica.

Confira a entrevista de Amanda Françozo ao NaTelinha:

NT: Amanda, você está quase completando de 25 anos carreira. Já passou por diversas emissoras, foi repórter, apresentadora... Como você avalia a sua trajetória profissional? Alguma experiência que tenha te marcado muito?

Amanda: Os mais de 20 anos de carreira trouxeram uma bagagem de experiências, que não fosse o meu trabalho, certamente, eu não teria. Porque eu fiz coisas exóticas, coisas importantes, coisas que saiam muito da minha rotina, que não fosse o meu trabalho, eu não iria, talvez, para aqueles lugares, não comeria aquelas coisas, não conheceria aquelas pessoas não teria essa dinâmica de vida, nessa linguagem.

Então, eu sou muito grata por toda a minha experiência profissional e todas as pessoas que de alguma forma me deram espaço e oportunidade para eu mostrar meu trabalho e, não tenha dúvida, que são muitas as marcas positivas, e sempre atreladas à bagagem de vida que eu tenho hoje, profissional e pessoal.

Profissionalmente, ainda tem algo que você queira fazer?

Ter um programa de qualidade, numa emissora boa, num horário legal, que informe, tenha entretenimento e seja leve para as famílias. Eu gosto de falar com a família.

Amanda Françozo avalia carreira e fala sobre maternidade: \"Um amor louco\"
Amanda Françozo está desde o ano passado na TV Aparecida - Foto: Divulgação

Como é sua rotina de trabalho? Você vai toda semana para Aparecida, no interior de São Paulo?

Eu vou pra lá uma vez por mês e fico durante uma semana. A  gente grava vários episódios para o mês todo. A gente já gravou tudo de Revelações, só tem a final ao vivo do dia 23 de junho, às 20h.

Qual a diferença de trabalhar em uma emissora religiosa?

Profissionalmente, eu não vejo diferença. É uma empresa super bacana de se te trabalhar, tem uma super estrutura... A primeira vez que eu cheguei à TV Aparecida, eu fiquei encantada com tudo que eu vi. A estrutura, a competência e a qualidade dos profissionais não perdem em nada para nenhuma das grandes emissoras, pelo contrário. Eu já passei por quase todas, e ali eu encontrei muito profissionalismo, que é o que a gente busca, porque é o que a gente dá.

A diferença que eu sinto é no tratamento, eu acho que as pessoas são mais gentis, prestativas e eles têm uma política que todo faz um pouco de tudo, você é maquiadora, mas se precisar fazer um ajuste na roupa, você consegue, se precisar dar um trato no cabelo, você consegue(...). Tem um clima de paz que impera bastante.

Aparecida tem muito isso, quando eu vou pra lá saio de lá muito alimentada espiritualmente, é um lugar que renova muito minha fé.

Seu nome nunca esteve envolvido em polêmicas. Recentemente, disseram que você tinha se desentendido com outra apresentadora, a Mariangela Zan. Como foi pra você?

As pessoas sabem da minha história de carreira e de vida pessoal também (...) As pessoas sabem que eu jamais faria uma coisa dessas, essa conversa não teve o menor sentido, eu fiquei muito chateada.

Eu não vejo essa apresentadora desde outubro do ano passado, então, não teve nem oportunidade da gente brigar. Ela é uma querida amiga, super simpática e profissional.

Como tem sido a experiência da maternidade?

A experiência com a maternidade tem sido maravilhosa. A Vitória é o grande presente da minha vida, ela trouxe muitas alegrias pros meus dias, muita vida à minha vida. Hoje, eu me preocupo muito em fazer coisas que possam deixá-la feliz, mesmo ela sendo tão pequeninha. Ela vai fazer dois anos em 14 de agosto, mas eu já curto fazer programas que ela vai gostar também.

Todo mundo me falava que depois que você tem filho é muito para o filho, você acaba se deixando em segundo plano para fazer coisinhas por eles. Eu já me vejo em muitos momentos fazendo isso ainda que seja tão cedo. E é um amor louco, é uma sensação muito gostosa, é aquelas saudades que você têm, a criança está dormindo e parece que faz tempo que não vê.

Tem algo que achou que não faria e acabou fazendo?

Eu não tenho muitas regras. Eu tento levar a maternidade de uma forma mais leve. Eu acho que vou fazer de tudo para formá-la e educá-la como uma cidadã bacana, um ser humano como eu admire, eu quero que ela tenha características de pessoas que eu admire, eu quero que ela tenha muitas qualidades, não tenha os meus defeitos e tenha qualidades que eu tenho e outras, que ela vai adquirir com o tempo de vida. Eu vou dar o que eu puder para ela ser um bom ser humano.

Amanda, teve alguma neura por chegar à casa dos 40?

Neura nenhuma. Eu sou uma pessoa que vejo a idade só como um número.

Qual o seu segredo da beleza?

Não tenho nenhum segredo, eu tento fazer uma atividade física, que eu gosto, que faça bem pro meu corpo, mas também para a minha cabeça, eu tento comer de forma equilibrada durante a semana, mas no fim de semana, não. Tomo meu vinho de vez em quando pela noite. Minha vida é muito equilibrada.

Mais Notícias