Reportar erro
Quarto eliminado

Lucas Chumbo desabafa sobre o No Limite: “Sonho virou pesadelo”

Surfista também avaliou participantes da tribo Carcará

Lucas Chumbo participa do Encontro com Fátima Bernardes
Lucas Chumbo participa do Encontro com Fátima Bernardes - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 02/06/2021 às 11:47:35,
atualizado em 02/06/2021 às 12:28:40

Lucas Chumbo, o quarto eliminado do No Limite, participou do Encontro com Fátima Bernardes na manhã desta quarta-feira (2). O surfista falou que seu “sonho” em participar do reality show virou um “pesadelo” devido a um problema gástrico que fez com ele pedisse para seus companheiros de tribo Carcará o tirassem do jogo.

“Realmente, foi um sonho que virou pesadelo (...). A alimentação não foi a pior parte, mas a questão do frio, eu já estava debilitado... Eu não sentia mais o pé, mais a mão. Foi no limite mesmo”, afirmou Chumbo.

Surfista de grandes ondas como Nazaré, em Portugal, o ex-No Limite brincou que não imaginava que sentiria tanto frio no nordeste brasileiro. “Foi a pior hipotermia que eu tive na vida (...). Nunca pensei que o pior frio da minha vida foi no Ceará”, comentou Lucas sobre a chuva que atingiu o acampamento da tribo e a produção do reality show precisou fornecer mantas para os participantes.

Lucas Chumbo avalia seus companheiros de No Limite

Lucas Chumbo também avaliou seus colegas de tribo na dinâmica proposta por Fátima. Ele deu a placa “brava” para Elana. “No bom sentido, porque ela é muito raçuda, é tratorzinho do Piauí”, brincou. O surfista elogiou a mente estrategista de Paula Amorim e deu a placa “agregador” para a ex-jogadora de vôlei. “Sinistra, ela agrega em todos os sentidos.. Ela tem foco no objetivo.”

Viegas, por sua vez,  é sua aposta ao prêmio. “Eu nem imaginava que a gente ia ficar tão amigo, ele é minha aposta, ele tem uma história de vida, muita força de vontade e garra, não é melhor desempenho, mas torço por ele.” Ele avaliou Iris Stefanelli como “mãezona e irmã mais velha”, mas deu a placa “fala demais” para a loira. “Ela fala assunto bons, assuntos ruins, assuntos que não deve falar... Tava nítido que ela sairia, olhando pela performance.”

“Gui é parceiro. Quando eu tirei a venda naquela duna e vi que ele estava no meu time, pensei ‘tenho uma família no meu time’.” Já Zulu ganhou duas placas “guru” e “super natural”. “Desde o início se mostrou um cara super pró-time, ele sempre me lembrava meu mestre”, concluiu Chumbo.



Mais Notícias