Reportar erro
Saudade

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

Canal Viva estreia reprise da primeira versão da série nesta segunda (1º)

Zilka Salaberry e Jacira Sampaio
Sítio do Picapau Amarelo fez muito sucesso na TV - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 01/03/2021 às 07:45:00

O Canal Viva estreia nesta segunda-feira (1º) a reprise da primeira versão do Sítio do Picapau Amarelo (1977-1986). A produção fez muito sucesso na Globo e eternizou vários personagens e atores. Contudo, alguns dos artistas que fizeram parte da trama já faleceram.

O Sítio do Picapau Amarelo mostra a vida de Dona Benta, dos seus netos Pedrinho e Narizinho e da cozinheira Tia Nastácia. No meio da tranquilidade da natureza, eles convivem também com seres do folclore brasileiro, como a Cuca e o Saci. Eles também lidam com a Emília, Rabicó, o Sabugo de Milho, entre tantos outros personagens.

A produção fez muito sucesso entre o fim dos anos de 1970 e metade dos anos de 1980. Em 2001, a Globo fez uma nova adaptação, que também alcançou bons índices nas manhãs da emissora. Confira os atores do elenco fixo que já morreram:

Daniel Lobo (1973-2016)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

O ator morreu aos 43 anos e morava com a sua família em Florianópolis. Ele deu vida ao personagem Pedrinho entre 1985 e 1986. O artista foi vítima de um tumor e interrompeu o sonho de ter um filho com sua esposa, Flávia Sebold. “Ele começou a ter uma espécie de alergia, muita coceira na pele há cinco semanas. Depois, passou a ter icterícia, um mal-estar contínuo”, contou a moça na época.

Fã de teatro, ele teve muitos trabalhos na televisão. Daniel trabalhou em Bambolê (1987), Desejo (1990), 74.5 Uma Onda no Ar (1994), Confissões de Adolescente, Esperança (2002) e Beleza Pura (2008).

Zilka Salaberry (1917-2005)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

A Dona Benta da primeira versão morreu aos 87 anos, no Hospital Samaritano, do Rio de Janeiro. Ela foi vítima de insuficiência renal, infecção urinária e desidratação aguda. A atriz também tinha uma doença pulmonar crônica. Nascida numa família de atores, formou-se em economia, mas seguiu na carreira artística.

Trabalhou no Sítio do Picapau Amarelo entre 1977 e 1986. Contudo, esteve no elenco de outras produções, como Que Rei Sou Eu? (1989), Teresa Batista (1992) e Engraçadinha... Seus Amores e Seus Pecados (1995). Entretanto, Zilka reclamou que sua atuação no seriado infantil foi um obstáculo para fazer outros papéis.

Jacira Sampaio (1922-1998)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

Interprete da Tia Nastácia, ela tinha 76 anos quando sofreu uma parada cardíaca, em São Paulo. "Ela sofria do coração e piorou com a morte da irmã Leonídia no ano passado", contou o sobrinho da atriz, em entrevista para a Folha de São Paulo em 1998.

Ela ficou um período sem atuar, mas continuava contratada pela Globo. Contudo, não escondia que sentia falta de trabalhar. “Ela recebeu convites para participar de programas da Rede Globo, mas não pôde aceitar por causa da doença”, acrescentou o rapaz.

Dirce Migliaccio (1933-2009)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

Formada pela Escola de Arte Dramática de São Paulo, Dirce Migliaccio – irmã do ator Flávio Migliaccio (1934-2020) – foi a primeira Emilia da série. Em 1962, estrelou o filme O assalto ao trem pagador. Além de ter feito muito sucesso no Sítio do Pica-Pau Amarelo - ela fez apenas a primeira temporada (1977) - a artista se destacou em outras novelas, como O Bem Amado (1973) – lançada recentemente no Globoplay – Saramandaia (1976) e A Gata Comeu (1985). Seu último folhetim na TV foi Da Cor do Pecado (2004).

Ela precisou parar de trabalhar em setembro de 2008, quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). A atriz ficou debilitada e viveu seus últimos dias de vida em uma cadeira de rodas. Dirce ficou no Retiro dos Artistas, quando voltou a ser internada no hospital em 2009.

Na ocasião, ela acabou sendo hospitalizada porque estava com pneumonia. Para piorar, os médicos relataram que Migliaccio apresentava um quadro de infecção urinária. No dia 22 de setembro, os brasileiros receberam a notícia que Dirce havia morrido.

André Valli (1945-2008)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

O ator morreu cedo, com apenas 62 anos, e causou comoção no meio artístico na época, porque seu trabalho como Visconde de Sabugosa durou 10 anos no Sítio do Picapau Amarelo. André descobriu que estava com câncer um mês antes de morrer. Ele fez alguns tratamentos paliativos, mas não resistiu e faleceu no Rio de Janeiro.

Valli interpretou diversos personagens na Globo, como em O Bem Amado, Pecado Capital (1975), Escrava Isaura (1977) e Laços de Família (2000-2001), atualmente reprisada no Vale a Pena Ver de Novo. Em seus últimos dias de vida, o artista fazia parte do casting da Record.

Samuel dos Santos (1912-1993)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

Samuel tinha 80 anos quando morreu em São Paulo. Ele precisou passar por uma cirurgia no pâncreas e enfrentou complicações, não resistindo. Mas sua carreira foi bastante elogiada pelos colegas, principalmente pela sua atuação como o Tio Barnabé na primeira versão do seriado, durante 11 anos.

Seu trabalho começou no cinema, quando fez parte do elenco do filme Sinhá Moça (1953). Logo em seguida, assinou contrato com a TV Tupi e fez o TV de Vanguarda e outros teleteatros.

Chaguinha (1931-2014)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

Ele interpretou o personagem Rabicó durante as dez temporadas da primeira versão de Sítio do Picapau Amarelo. O ator também deu vida ao Besouro Um, um dos informantes da boneca Emília. Só que sua carreira começou no circo, servindo como “escada” para outros artistas.

Com experiência no rádio e teatro, foi convidado para trabalhar em teleteatros da TV Tupi e Record. Sua primeira novela na Globo acabou sendo Estúpido Cupido (1976) e por lá trabalhou em diversas produções, como Tieta (1989-1990), Por Amor (1997-1998) e Senhora do Destino (2004-2005). A causa da sua morte nunca foi revelada.

Ivan Setta (1946-2001)

De Dona Benta a Tia Nastácia: Os atores do Sítio do Picapau Amarelo que já morreram

O ator morreu aos 55 anos, vítima de um câncer no cérebro. O falecimento ocorreu no Instituto Nacional de Câncer, em Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro. Ele fez muitos filmes, como A Dama do Lotação e Tiradentes, e muitas peças de teatro, inclusive escrevendo alguns roteiros para serem encenados.

Contudo, se destacou para o grande público na televisão. Na primeira versão do Sítio do Picapau Amarelo, o artista interpretou o personagem Burro Falante. Também atuou em Feijão Maravilha (1978), Os Trapalhões (1982-1986) e Roque Santeiro (1985).

Mais Notícias