Reportar erro
Triturando

Chris Flores volta ao SBT e "tritura" Marcius Melhem

Ex-diretor da Globo assediou Dani Calabresa e outras profissionais, diz revista

Recuperada do coronavírus, Chris Flores volta ao Triturando
Recuperada do coronavírus, Chris Flores volta ao Triturando - Foto: Reprodução/SBT
Paulo Pacheco

Publicado em 07/12/2020 às 16:51:35

Recuperada do coronavírus, Chris Flores voltou ao SBT nesta segunda-feira (7) e colocou para trabalhar o Fofobyte, robô do programa Triturando. Uma das personalidades "trituradas" foi Marcius Melhem, que concedeu entrevista ao portal UOL, do qual o NaTelinha é parceiro, após detalhes assédios cometidos por ele contra Dani Calabresa terem sido publicados pela revista piauí.

Na entrevista, Melhem admitiu ter cometido "excessos" e de ter sido um marido infiel, e afirmou que iria processar Calabresa e sua advogada. Para Chris Flores, o ex-diretor do núcleo de humor da Globo usou a entrevista para fazer ameaças.

"O que você chama de "excesso" as vítimas chamam de crime. Excesso é uma coisa, crime é outra. E digo mais a todas as mulheres que estão ouvindo a gente. Você não é obrigada a denunciar na justiça não. Talvez elas não queiram ir para a Justiça, e elas têm todo o direito, o que não tira a credibilidade do que aconteceu com elas. Foi denunciar na própria empresa, elas têm direito de ficar só nessa parte, não tem problema nenhum", disse a apresentadora do Triturando.

Chris Flores continuou: "Não vamos tirar de mente também que ele é ator, ele sabe interpretar. E essa entrevista foi intimidadora. Ele ameaçou claramente as vítimas ali. Elas têm todo direito de denunciar você do jeito que elas quiserem. E você vai ter que responder por isso eternamente".

Em outro momento do programa, a apresentadora "triturou" o rapper Djonga e o pagodeiro Ferrugem por provocarem aglomeração em shows no último final de semana. Ela contou que ainda toma medicamentos para tratar os efeitos da Covid-19 e alerta para a superlotação dos hospitais provocada pela inconsequência da população que escolheu se amontoar em festas.

"Eu fui vítima desse vírus e sei exatamente o que acontece, quer dizer, sei um pouco, porque graças a Deus não tive complicações maiores, que muitas pessoas têm, inclusive levando à morte. Sofri bastante, porque começo assintomático e no meio do processo a coisa piora. Piorou muito para mim, viu? Vi muita coisa durante esse período. Conversei com infectologistas, fui medicada, mas vi muita gente morrer nesse processo e ficar muito mal com respirador", afirmou Chris.

"Existe a escolha. Isso é uma escolha, a pessoa sair de casa, ir para uma balada e se meter no meio de uma multidão. Com certeza, tem muita gente infectada aí, certamente. A outra é você ter que pegar um ônibus, ter que trabalhar, ter que viver a sua vida para colocar um prato de comida dentro de casa. É um risco que a gente corre? Sim, mas aí é um risco desnecessário. Aguardem, aguardem o que vai acontecer agora no final do ano. Hospitais lotados, você vai fazer os exames e os resultados demoram porque há muita gente fazendo, ok, você fica esperando o resultado e infecta as pessoas porque não sabe se está com a doença, fora todas as complicações que acontece depois, como embolias, como problemas renais, problemas cerebrais", prosseguiu a apresentadora.

"Vou dizer para vocês, estou tomando anticoagulante. Não acabou o processo ainda. Eu não estou mais infectando as pessoas, mas ainda tenho que olhar pela minha saúde. Não é uma coisa simples, gente. Cuidem-se!", finalizou.



Mais Notícias